terça-feira, dezembro 23, 2014

Nomes e números da Taça Intercontinental (18)... 1979

TAÇA INTERCONTINENTAL

Ano de 1979
A Taça Intercontinental estava cada vez menos atrativa, e a prova disso é que em 1978
voltou a não haver entendimento entre clubes europeus e sul-americanos para agendar a dupla final da prova.
Era preciso fazer algo, e eis que em 1980 a competição passa a ser patrocinada pela multinacional japonesa Toyota, que dita que a taça passa a ser disputada num único jogo e em campo neutro, tendo a escolha do palco da final - de 80 até 2004 - recaído precisamente sobre a capital nipónica, Tóquio. A Taça Intercontinetal ganhava assim uma nova vida, e sobretudo, interesse. Antes de rumar a Tóquio a competição teve uma despedida modesta do seu formato inicial, tendo sido conquistada - em 1979 - pelo Olimpia, do Paraguai, numa final ante o Malmo, vice-campeão da Europa nesse ano.

1ª mão

Malmo (Suécia) - Olimpia (Paraguai): 0.1

Data: 18 de novembro de 1979
Estádio: Malmo Stadium, em Malmo (Suécia)
Árbitro: ?

Malmo: Moeller, R. Andersson, Johnsson, Erlandsson, Prytz, Hansson, Ljungberg, Malmberg, Arvidsson, Sjöberg, e Kinvall. Treinador: Bob Houghton.

Olimpia: Almeida, Paredes, Piazza, Souza, Solalinde, Kiese, Delgado, Torres, Ortiz, Céspedes, Isasi. Treinador: Luis Cubilla.

Golo: 0-1 (Isasi, aos 41m).

2ª mão

Olimpia (Paraguai) - Malmo (Suécia): 2-1

Data: 2 de março de 1980
Estádio: Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai)
Árbitro: ?

Olimpia: Almeida, Solalinde, Paredes, Sosa, Di Bartolomeo, Torres, Kiese, Talavera (Michelagnoli, aos ?m), Isasi, Valik, Aquino. Coach: Luis Cubilla.

Malmo: Moeller, R. Andersson, Parkins, Johnsson, Vidsson, M. Andersson, Olsson (Hansen, aos ?m), Prytz, Erlandsson, Sjöberg (Malmberg, aos ?m), T. Andersson. Treinador: Bob Houghton.

Golos: 1-0 (Solalinde, aos 39m), 1-1 (Erlandsson, aos 46m), 2-1 (Michelagnoli, aos 71m).
O plantel do Olimpia de Assunção que em 1979 arrecadou o título mais importante da sua história

Vídeo: OLIMPIA - MALMO 
video

Nenhum comentário: