terça-feira, novembro 18, 2014

Lista de Campeões... Taça das Nações Africanas

Cor, alegria, emoção, e claro, bom futebol, são alguns dos ingredientes que a popular Taça das Nações Africanas tem oferecido ao Mundo desde 1957, ano em que a Confederação Africana de Futebol deu à luz aquela que é hoje a terceira maior competição continental ao nível de seleções, apenas superada pelo Campeonato da Europa (UEFA) e pela Copa América (CONMEBOL). O Egito é o país que mais vezes ergueu o troféu, em sete ocasiões, sendo ainda a nação que mais vezes recebeu a fase final da competição, quatro, para sermos mais precisos. Salvo raras exceções a prova é organizada de dois em dois anos. Em seguida, apresentamos os históricos campeões de uma competição que ao longo do seu meio século de vida foi disputada por alguns dos melhores jogadores de sempre do continente do ouro negro, casos de Rashid Yekini, Didier Drogba, Rabah Madjer, Nwankwo Kanu, Samuel Eto'o, Roger Milla, Abedi Pelé, entre muitos outros.
Gabão 2017 - Vencedor: CAMARÕES
Guiné Equatorial 2015 - Vencedor: COSTA DO MARFIM
África do Sul 2013 - Vencedor: NIGÉRIA
Gabão e Guiné Equatorial 2012 - Vencedor: ZÂMBIA
Angola 2010 - Vencedor: EGITO
Gana 2008 - Vencedor: EGITO
Egito 2006 - Vencedor: EGITO
Tunísia 2004 - Vencedor: TUNÍSIA
Mali 2002 - Vencedor: CAMARÕES
Gana e Nigéria 2000 - Vencedor: CAMARÕES

Burkina Faso 1998 - Vencedor: EGITO
África do Sul 1996 - Vencedor: ÁFRICA DO SUL
Tunísia 1994 - Vencedor: NIGÉRIA
Senegal 1992 - Vencedor: COSTA DO MARFIM
Argélia 1990 - Vencedor: ARGÉLIA
Marrocos 1988 - Vencedor: CAMARÕES

Egito 1986 - Vencedor: EGITO
Costa do Marfim 1984 - Vencedor: CAMARÕES

Líbia 1982 - Vencedor: GANA
Nigéria 1980 - Vencedor: NIGÉRIA
Gana 1978 - Vencedor: GANA
Etiópia 1976 - Vencedor: MARROCOS
Egito 1974 - Vencedor: ZAIRE

Camarões 1972 - Vencedor: CONGO
Sudão 1970 - Vencedor: SUDÃO
Etiópia 1968 - Vencedor: RD CONGO
Tunísia 1965 - Vencedor: GANA
Gana 1963 - Vencedor: GANA
Etiópia 1962 - Vencedor: ETIÓPIA

Egito 1959 - Vencedor: EGITO
Sudão 1957 - Vencedor: EGITO

quinta-feira, novembro 13, 2014

Estrelas cintilantes (39)... Julian Sturgis - O génio da literatura que fez história na sua fugaz aparição nos campos de "football"

Julian Sturgis em pose de... escritor
Poeta, romancista, jornalista, advogado, e... futebolista... ainda que em part-time, eis o rápido retrato biográfico de Julian Sturgis, uma figura mundialmente aclamada pelo notável trajeto percorrido no universo da literatura que na sua fugaz passagem pelos caminhos do belo jogo conquistou um lugar na história após tornar-se no primeiro estrangeiro a vencer uma competição doméstica, neste caso a FA Cup (Taça de Inglaterra), a pioneira de todas as competições do planeta da bola. Facto ocorrido em 1873, ano que Sturgis ajudou os londrinos dos Wanderers Football Club a bisar na então recém criada FA Cup. Mas, ainda antes de recordar o triunfo que coroou pelo segundo ano consecutivo os Wanderers em Terras de Sua Majestade, fiquemos a conhecer o protagonista da nossa história de hoje. Julian Russel Sturgis, de seu nome completo, nasceu em Boston, nos Estados Unidos da América, a 21 de outubro de 1848. Com apenas sete meses de idade fez a longa travessia no Atlântico na companhia da sua família, rumo a Londres, onde o seu pai, o juiz Russel Sturgis, tinha à sua espera um importante cargo numa instituição bancária da capital britânica. Descendente de uma família aristocrática o jovem Julian desde cedo frequentou as melhores escolas londrinas, entre outras o Eton College onde estudou entre 1862 e 1867, tendo nesta instituição começado a evidenciar os seus dotes literários e... desportistas, sendo que neste último aspeto deu nas vistas como guarda-redes do então recém nascido football. Após deixar o Eton College prossegiu os estudos no Balliol College, uma espécie de pólo da prestigiada Universidade de Oxford, onde viria a obter a formação em Direito, e onde igualmente deixou créditos de um talentoso desportista, já que durante três anos fez parte da famosa equipa de remo de Oxford.
Findos os estudos Julian Sturgis tornou-se num conceituado magistrado que nunca esqueceu as suas paixões de infância, por outras palavras, a escrita e o football. E se na primeira se tornou mestre, com a publicação de inúmeros romances e livretos para óperas - sendo aqui de realçar a sua colaboração na famosa ópera Ivanhoe, de Arthur Sullivan - na segunda teve uma curta aparição enquanto futebolista amador ao serviço dos Wanderers Football Club e dos Old Etonians. 1872 foi então o ano em que Sturgis se juntou aos Wanderers, embora não tenha integrado a equipa que um ano antes no Oval Stadium, de Londres, derrotou por 1-0 os Royal Engineers e levantou a primeira FA Cup da história, permanecendo no clube até inícios de 1876. Foi pois muito curta a aventura futebolista daquele que era já então um famoso escritor.

A FA Cup original... bem
diferente do troféu atual
No retângulo de jogo atuava como avançado, tendo feito a sua estreia a 30 de novembro desse longínquo 1872 ante o grande rival dos Wanderers, os Royal Engineers. Na época o football dava apenas os primeiros passos nos caminhos da competição, sendo interpretado sobretudo por estudantes oriundos de universidades britânicas. O ponto alto da nossa história de hoje ocorre a 29 de março de 1873, tendo como cenário o Lillie Bridge Athletic Ground, local onde os Wanderers mediam forças com a equipa da Oxford University - curiosamente onde Sturgis havia estudado até 1872 - na final da jovem Taça de Inglaterra. Nos onzes das duas equipas a novidade era mesmo Julian Sturgis, cidadão norte-americano - só iria adquirir a nacionalidade inglesa em 1877 - que assim entrava para a história - estaria ele e todos os envolvidos naquela final longe de o imaginar - como o primeiro futebolista estrangeiro a vencer não só a FA Cup como também uma competição futebolística, pois, como já vimos, a taça inglesa foi a primeira prova oficial a ver a luz do dia no planeta da bola. 
 Quanto ao resultado, 2-0 para os Wanderers, team que viria ainda a vencer mais três taças de Inglaterra antes de ser extinto em 1887. Julian Sturgis ainda voltou ao jogo mais desejado da Velha Albion quatro anos mais tarde, altura em que com a camisola dos Old Etonians - equipa que teve como berço o Eton Collge, onde, recorde-se, Sturgis havia passado enquanto estudante - perdeu a final ante os... Wanderers, por 3-0. Pouco tempo depois Julian Sturgis abandona de vez o football para se dedicar por inteiro à literatura, onde foi, como já frisamos, um verdadeiro astro, não se sabendo no entanto se este talento era estendido ao futebol, modalidade na qual se deseconhecem adjetivos que classifiquem a curta performance de uma figura que viria a falecer a 13 de abril de 1904.

quarta-feira, novembro 12, 2014

Lista de Campeões... Grécia

Campeões Nacionais

2016: Olympiacos
2015: Olympiacos
2014: Olympiacos
2013: Olympiacos
2012: Olympiacos
2011: Olympiacos
2010: Panathinaikos
2009: Olympiacos
2008: Olympiacos
2007: Olympiacos
2006: Olympiacos
2005: Olympiacos
2004: Panathinaikos
2003: Olympiacos
2002: Olympiacos

2001: Olympiakos
2000: Olympiacos
1999: Olympiacos

1998: Olympiacos

1997: Olympiacos
1996: Panathinaikos
1995: Panathinaikos
1994: AEK Atenas
1993: AEK Atenas

1992: AEK Atenas
1991: Panathinaikos
1990: Panathinaikos

1989: AEK Atenas
1988: Larissa
1987: Olympiacos
1986: Panathinaikos
1985: PAOK
1984: Panathinaikos

1983: Olympiacos
1982: Olympiacos
1981: Olympiacos
1980: Olympiacos
1979: AEK Atenas
1978: AEK Atenas
1977: Panathinaikos
1976: PAOK
1975: Olympiacos
1974: Olympiacos
1973: Olympiacos
1972: Panathinaikos

1971: AEK Atenas

1970: Panathinaikos
1969: Panathinaikos

1968: AEK Atenas

1967: Olympiacos
1966: Olympiacos

1965: Panathinaikos
1964: Panathinaikos
1963: AEK Atenas
1962: Panathinaikos
1961: Panathinaikos
1960: Panathinaikos

1959: Olympiacos

1958: Olympiacos

1957: Olympiacos

1956: Olympiacos

1955: Olympiacos

1954: Olympiacos
1953: Panathinaikos

1952: não se disputou

1951: Olympiacos

1950: não se disputou

1949: Panathinaikos

1948: Olympiacos
1947: Olympiacos
1946: Aris Salónica

Entre 1941 e 1945 não se disputou
 1940: AEK Atenas
1939: AEK Atenas

1938: Olympiacos

1937: Olympiacos
1936: Olympiacos

1935: não se disputou
1934: Olympiacos
1933: Olympiacos
 
1932: Aris Salónica
1931: Olympiakos

1930: Panathinaikos

1929: não se disputou
 
1928: Aris Salónica