domingo, janeiro 27, 2008

As Eurotaças em números (10)... Taça/Liga dos Campeões Europeus 1963/64

Época 1963/64

1ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

Partizani Tirana (Albânia) - Plovdiv (Bulgária): 1-0 / 1-3
Dukla Praga (Checoslováquia) - La Valleta (Malta): 6-0 / 2-0
Dinamo Bucareste (Roménia) - Carl Zeiss Jena (Alemanha Oriental): 2-0 / 1-0
Partizan Belgrado (Jugoslávia) - Anorthosis (Chipre): 3-0 / 3-1
Gomik Zabrze (Polónia) - Áustria Viena (Áustria): 1-0 / 0-1 / 2-1 (desempate)
Galatasaray (Turquia) - Ferencvaros (Hungria): 6-0 / 0-2
Distillery (Irlanda do Norte) - SL Benfica (Portugal): 3-3 / 0-5 (golos lusos: Serafim (2) e Eusébio / Eusébio (2), Simões, Yaúca e Serafim)
Valkeaksken (Finlândia) - Jeunesse Esch (Luxemburgo): 4-1 / 0-4
Standard Liège (Bélgica) - Norrkoping (Suécia): 1-0 / 0-2
Everton (Inglaterra) - Inter (Itália): 0-0 / 0-1
Skeid Lyn (Noruega) - Borussia Dortmund (Alemanha Ocidental): 2-4 / 0-2
Esbjerg (Dinamarca) - PSV (Holanda): 3-4 / 1-7
FC Zurich (Suíça) - Dundalk (Rep.Irlanda): 3-0 / 1-2
Glasgow Rangers (Escócia) - Real Madrid (Espanha): 0-1 / 0-6
Mónaco (França) - AEK Atenas (Grécia): 7-2 / 1-1

2ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

SL Benfica (Portugal) - Borussia Dortmund (Alemanha Ocidental): 2-1 / 0-6 (golos lusos: Simões e Eusébio)
Plovdiv (Bulgária) - PSV (Holanda): 0-1 / 0-0
Dinamo Bucareste (Roménia) - Real Madrid (Espanha): 1-3 / 3-5
FC Zurich (Suíça) - Galatasaray (Turquia): 2-0 / 0-2 / 2-2 (FC Zurich venceu por sorteio)
Jeunesse Esch (Luxemburgo) - Partizan Belgrado (Jugoslávia): 2-1 / 2-6
Gomik Zabrze (Polónia) - Dukla Praga (Checoslováquia): 2-0 / 1-4
Norrkoping (Suécia) - Milan (Itália): 1-1 / 2-5
Inter (Itália) - Mónaco (França): 1-0 / 3-1

Quartos-de-final (1ª e 2ª mãos)

Real Madrid (Espanha) - Milan (Itália): 4-1 / 0-2
PSV (Holanda) - FC Zurich (Suíça): 1-0 / 1-3
Dukla Praga (Checoslováquia) - Borussia Dortmund (Alemanha Ocidental): 0-4 / 3-1
Partizan Belgrado (Jugoslávia) - Inter (Itália): 0-2 / 1-2

Meias-finais (1ª e 2ª mãos)

FC Zurich (Suíça) - Real Madrid (Espanha): 1-2 / 0-6
Borussia Dortmund (Alemanha Ocidental) - Inter (Itália): 2-2 / 0-2

Final

Inter (Itália) - Real Madrid (Espanha): 3-1

Data: 27 de Maio de 1964
Estádio: Prater, Viena (Áustria)
Árbitro: Stoll (Áustria)
Inter: Sarti, Burgnich e Facchetti, Tagnin, Guameri e Picchi, Jair, Mazzola, Milani Suarez e Corso. Treinador: Helenio Herrera
Real Madrid: Vicente, Isidro e Pachín, Muler, Santamaria e zoco, Amaro, Felo, Di Stéfano, Puskas e Gento. Treinador: Miguel Muñoz
Golos: 1-0 (Mazzola, aos 43m), 2-0 (Milani, aos 60m), 2-1 (Felo, aos 70m), 3-1 (Mazzola, aos 76m)
Inter sucedeu ao vizinho e rival Milan como a equipa "número 1" da Europa...

quarta-feira, janeiro 23, 2008

Grandes Mestres do Jornalismo Desportivo (4)... Homero Serpa

Vamos hoje dar um pequeno passeio até à vitrina onde estão expostos os grandes homens da comunicação social desportiva nacional para conhecer mais um vulto desta área da qual ainda sou um humilde aprendiz. Um homem que deixou o mundo dos vivos muito recentemente e que dá pelo nome de Homero Serpa.
Nasceu em 1927, na freguesia de Belém, em Lisboa, e colaborou em diversas publicações desde O Mosquito (jornal infantil) até ao jornal A Bola, além de longo tempo de colaboração dispersa por Gazeta do Sul, República, Diário de Lisboa, Diário Popular, revista Lisboa Carris (da qual foi director) e O Setubalense.
Entrou no jornalismo desportivo, nos anos 50, altura em que o Clube de Futebol Os Belenenses fundou o seu jornal, no qual desempenhou, mais tarde, o cargo de redactor principal. Em Abril de 1955, iniciou-se em A Bola, onde ao longo de mais de 50 anos de ligação com esta nobre publicação foi redactor, subchefe de redacção, chefe-adjunto e chefe de redacção. Aposentado, comprometeu-se a manter a publicação de uma crónica semanal nesse mesmo periódico que actualmente é dirigido pelo seu filho, Vítor Serpa. Foi ainda redactor-fundador de A Bola Magazine e seu chefe de redacção.
Recebeu o Prémio da Reportagem atribuído pelo Clube de Jornalistas do Porto (1993), a Medalha de Mérito Desportivo, a Medalha de Mérito da Câmara Municipal de Oeiras, o diploma de sócio honorário do Clube de Futebol Os Belenenses (2003) e o Prémio «O Pepe», instituído pelo clube azul (1983).
Faleceu, no último dia do ano passado, aos 80 anos, vítima de doença prolongada.

segunda-feira, janeiro 21, 2008

Lista de Campeões... Copa América

É a segunda competição disputada por selecções nacionais mais antiga do Mundo, surgindo pouco atrás do torneio de futebol dos Jogos Olímpicos, cuja primeira edição foi realizada em 1908. A Copa América é a principal competição entre selecções de futebol das nações da Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL). que foi disputada pela primeira vez entre 2 de Julho e 17 de Julho de 1916, como parte das comemorações do centenário da independência da Argentina. A CONMEBOL foi fundada durante este evento, em 9 de Julho (Dia da independência da Argentina). O campeonato era previamente conhecido como Campeonato Sudamericano de Selecciones, e recebeu o nome usado hoje em dia em 1975. Entre 1975 e 1983 não teve sede e era disputado no estilo ida-e-volta. Em 1959 disputaram-se duas edições da competição. As nações que normalmente participam são: Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Perú, Equador, Bolívia, Colômbia e Venezuela. Desde 1993, duas seleções de outras federações são convidadas para participar em cada edição, tais como México, Costa Rica, Honduras, Estados Unidos da América e o Japão. O país com mais títulos alcançados na prova é o Uruguai, com 15 triunfos. A Argentina foi também o país que mais vezes organizou a fase final da Copa América, 9 no total. Apenas dois países da América do Sul ainda não inscreveram o seu nome na extensa lista de vencedores, nomeadamente o Equador e a Venezuela. Seguidamente iremos apresentar as fotografias de todos os vencedores da mais prestigiada prova de futebol do continente americano.


1916: Campeão: URUGUAI/País organizador: Argentina
1917: Campeão: URUGUAI/País organizador: Uruguai
1919: Campeão: BRASIL/País organizador: Brasil
1920: Campeão: URUGUAI/País organizador: Chile1921: Campeão: ARGENTINA/País organizador: Argentina
1922: Campeão: BRASIL/País organizador: Brasil
1923: Campeão: URUGUAI/País organizador: Uruguai1924: Campeão: URUGUAI/País organizador: Uruguai
1925: Campeão: ARGENTINA/País organizador: Argentina
1926: Campeão: URUGUAI/País organizador: Chile
1927: Campeão: ARGENTINA/País organizador: Perú
1929: Campeão: ARGENTINA/País organizador: Argentina
1935: Campeão: URUGUAI/País organizador: Perú1937: Campeão: ARGENTINA/País organizador: Argentina
1939: Campeão: PERÚ/País organizador: Perú1941: Campeão: ARGENTINA/País organizador: Chile
1942: Campeão: URUGUAI/País organizador: Uruguai
1945: Campeão: ARGENTINA/País organizador: Chile
1946: Campeão: ARGENTINA/País organizador: Argentina
1947: Campeão: ARGENTINA/País organizador: Equador
1949: Campeão: BRASIL/País organizador: Brasil1953: Campeão: PARAGUAI/País organizador: Perú1955: Campeão: ARGENTINA/País organizador: Chile1956: Campeão: URUGUAI/País organizador: Uruguai
1957: Campeão: ARGENTINA/País organizador: Perú
1959: Campeão: ARGENTINA/País organizador: Argentina
1959: Campeão: URUGUAI/País organizador: Equador
1963: Campeão: BOLÍVIA/País organizador: Bolívia
1967: Campeão: URUGUAI/País organizador: Uruguai
1975: Campeão: PERÚ/País organizador: não houve1979: Campeão: PARAGUAI/País organizador: não houve1983: Campeão: URUGUAI/País organizador: não houve1987: Campeão: URUGUAI/País organizador: Argentina
1989: Campeão: BRASIL/País organizador: Brasil1991: Campeão: ARGENTINA/País organizador: Chile
1993: Campeão: ARGENTINA/País organizador: Equador
1995: Campeão: URUGUAI/País organizador: Uruguai
1997: Campeão: BRASIL/País organizador: Bolívia
1999: Campeão: BRASIL/País organizador: Paraguai

2001: Campeão: COLÔMBIA/País organizador: Colômbia
2004: Campeão: BRASIL/País organizador: Perú
2007: Campeão: BRASIL/País organizador: Venezuela
2011: Campeão: URUGUAI/País organizador: Argentina
2015: Campeão: CHILE / País organizador: Chile 
*2016: Campeão: CHILE / País organizador: Estados Unidos da América (*Edição especial do Centenário da Copa América)

quinta-feira, janeiro 17, 2008

Competições de Sonho (2)... Taça dos Vencedores das Taças

Sendo claro que a Taça dos Clubes Campeões Europeus era um sucesso e que o acesso à Taça das Cidades com Feiras (prova de que iremos falar numa outra altura) estava inicialmente limitado a determinadas cidades, a UEFA, atendendo à pressão exercida por vários clubes, decidiu criar uma nova competição europeia.
Nascia em Fevereiro de 1960 a Taça dos Vencedores das Taças (TVT), resultante de uma reunião realizada em Viena, uma prova que teve a sua origem no comité organizador da então esgotada Taça Mittel Europa. Com o mesmo formato competitivo da Taça dos Campeões, a prova foi aberta aos vencedores de competições nacionais por eliminatórias (ou aos finalistas vencidos, caso os vencedores participassem na Taça dos Campeões). Como é óbvio, nem todos os países europeus tinham uma taça, mas com o surgimento da TVT rapidamente passaram a ter. Na primeira edição da nova competição, em 1960/61, somente participaram 10 clubes, tendo o primeiro deles a inscrever o seu nome na longa e rica lista de vencedores sido a Fiorentina, de Itália. Este foi aliás o primeiro sucesso europeu de um clube italiano. A prova foi aumentada na temporada seguinte. Ao longo das décadas esta taça foi dominada por clubes de determinados países ou zonas da Europa. Por exemplo, na década de 60 ela seria dominada por equipas inglesas (3 vitórias), alemãs e italianas (duas vitórias para cada lado). Na de 70 foi por espanhóis, belgas e alemães (duas vitórias para cada). Nos anos 80 e 90 houve um leque muito vasto de equipas a vencerem a prova, com a vitória a sorrir a clubes de menor dimensão europeia. O FC Barcelona, vencedor da prova em 1997, optou na temporada seguinte por disputar a então ainda jovem Liga dos Campeões. Este foi provavelmente o canto do cisne da TVT, cuja importância estava em declínio há já algum tempo. A última edição da prova aconteceu em 1999, com a Lázio de Roma a vencer o Maiorca na final e a encerrar a lista de vencedores da competição. A TVT mudou-se então de armas e bagagens para a remodelada Taça UEFA. Em termos de números o FC Barcelona é o clube que mais vezes conquistou a TVT, 4 no total. O estádio que mais finais acolheu foi o De Kuip, em Roterdão, 6 na totalidade. O país cujos seus clubes mais TVT venceram é a Inglaterra, com oito na totalidade. Um clube português inscreveu o seu nome na vasta galeria de vencedores, mais precisamente o Sporting CP, que em 1964 conquistou o troféu. Na nossa rubrica intitulada "As Eurotaças em números" iremos acompanhar época a época a história desta extinta competição.