terça-feira, dezembro 09, 2014

Nomes e números da Taça Intercontinental (5)... 1964

TAÇA INTERCONTINENTAL

Ano de 1964
Milão voltou pelo segundo ano consecutivo a figurar no cartaz
da Taça Intercontinental, desta feita através do Inter, emblema que em 1964
havia batido o poderoso Real Madrid na final da Taça dos Campeões Europeus (TCE).
No embate pela conquista do trono planetário, os nerazzurri derrotaram os argentinos
do Independiente, após a realização de um terceiro encontro, o qual, ao contrário de outras
finais, foi disputado em campo neutro, tendo Madrid sido o palco da festa italiana.

1ª mão

Independiente (Argentina) - Inter (Itália): 1-0

Data: 9 de setembro de 1964
Estádio: La Doble Visera, em Avellaneda (Argentina)
Árbitro: Armando Marques (Brasil)

Independiente: Miguel Ángel Santoro, Juan Carlos Guzmán, Tomás Rolan, Roberto Oscar Ferreiro, David Acevedo, Jorge Alberto Maldonado, Raúl Emilio Bernao, Osvaldo Luis Mura, Pedro Prospitti, Mario Rodríguez, e Raúl Armando Savoy. Treinador: Manuel Giúdice.

Inter: Giuliano Sarti, Tarcisio Burgnich, Giacinto Facchetti, Carlo Tagnin, Aristide Guarneri, Armando Picchi, Jair da Costa, Alessandro Mazzola, Joaqim Peiró, Luis Suárez, e Mario Corso. Treinador: Helenio Herrera.

Golo: 1-0 (Mario Rodríguez, aos 59m).

2ª mão

Inter (Itália) - Independiente (Argentina): 2-0

Data: 23 de setembro de 1964
Estádio: San Siro, em Milão (Itália)
Árbitro: Juliá Gere (Hungria)

Inter: Giuliano Sarti, Tarcisio Burgnich, Giacinto Facchetti, Saul Malatrasi, Aristide Guarneri, Armando Picchi, Jair da Costa, Alessandro Mazzola, Aurelio Milani, Luis Suárez, e Mario Corso. Treinador: Helenio Herrera.

Independiente: Miguel Ángel Santoro, Roberto Oscar Ferreiro, Raúl Decaría - David Acevedo, José Andrés Paflik, Jorge Alberto Maldonado, Luis Ernesto Suárez, Osvaldo Luis Mura, Pedro Prospitti, Mario Rodríguez, e Raúl Armando Savoy. Treinador: Manuel Giúdice.

Golos: 1-0 (Mazzola, aos 8m), 2-0 (Corso, aos 34m)
O mago argentino Helenio Herrera, o inventor do grande Inter dos anos 60, juntou em 1964
a Taça Intercontinental à TCE, um feito que haveria de repetir um ano mais tarde.

Jogo de desempate

Inter (Itália) - Independiente (Argentina): 1-0

Data: 26 de setembro de 1964
Estádio: Santiago Bernabéu, em Madrid (Espanha)
Árbitro: Ortiz de Mendíbil (Espanha)

Inter: Giuliano Sarti, Armando Picchi, Giacinto Facchetti, Saul Malatrasi, Aristide Guarneri, Carlo Tagnin, Angelo Domenghini, Joaqim Peiró, Aurelio Milani, Luis Suárez, e Mario Corso. Treinador: Helenio Herrera.

Independiente: Miguel Ángel Santoro, Juan Carlos Guzmán, Raúl Decaría, José Andrés Paflik, David Acevedo, Jorge Alberto Maldonado, Raúl Emilio Bernao, Pedro Prospitti, Luis Ernesto Suárez, Mario Rodríguez, Raúl Armando Savoy. Treinador: Manuel Giúdice.

 Golo: 1-0 (Corso, aos 110m)
Não faltou "sal e pimenta" - por outras palavras, emoção e picardias - a mais um duelo
entre europeus e sul-americanos na luta pela conquista do Mundo, tendo neste capítulo
o Inter saído deste confronto com mais razões para sorrir. 


Vídeo: INTER - INDEPENDIENTE


video
Vídeo: INTER - INDEPENDIENTE
video

Nenhum comentário: