sexta-feira, dezembro 26, 2014

Nomes e números da Taça Intercontinental (24)... 1985

TAÇA INTERCONTINENTAL

Ano de 1985
Contrariamente ao que diz o ditado de que "à terceira foi de vez" só à sexta tentativa é que um clube europeu conseguiu conquistar o Mundo em Tóquio. Feito alcançado por uma Juventus galática, onde pontificavam lendas como Tacconi, Scirea, Serena, Laudrup, ou o mago Michel Platini.

Juventus (Itália) - Argentino Juniors (Argentina): 2-2 (4-2 nas grandes penalidades)

Data: 8 de dezembro de 1985
Estádio: Nacional de Tóquio (Japão)
Árbitro: Volker Roth (Alemanha)

Juventus: Tacconi, Favero, Cabrini, Bonini, Brio, Scirea (Pioli, aos 64m), Mauro (Briaschi, aos 78m), Manfredonia, Serena, Platini, Laudrup. Treinador: Giovanni Trapattoni.

Argentino Juniors: Enrique Bernardo Vidallé, José Luis Pavoni, Adrián Néstor Domenech, Carmelo Daniel Villaba - Sergio Daniel Batista, Jorge Mario Olguín, José Antonio Castro, Mario Hernán Videla, Claudio Daniel Borghi, Emilio Nicolás Commisso (Renato Corsi, aos 82m), Carlos Adolfo Ereros (Juan José López, aos 117m). Treinador: José Yudica.

Golos: 0-1 (Ereros, aos 55m), 1-1 (Platini, aos 63m), 1-2 (Castro, aos 75m), 2-2 (Laudrup, aos 82m).
O duelo entre Juventus e Argentino Juniors é ainda hoje por muitos considerado como o mais emocionante alguma vez realizado em Tóquio. Por outras palavras, a final da Taça Intercontinental de 1985 é para muitos a mais emocionante de sempre, com um futebol de alto nível interpretado por duas equipas que mereciam levar a taça para casa. Só uma o fez, e na decisão de grandes penalidades, tendo sido, aliás, esta a primeira final da Intercontinental decidida na lotaria dos pénaltis
A célebre equipa da Vechia Signora que em Tóquio se sagrou campeã do Mundo

Vídeo: JUVENTUS - ARGENTINO JUNIORS
video 

Nenhum comentário: