sexta-feira, dezembro 30, 2011

Flashes de 2011 (8)...




Ao longo da sua centenária história o futebol conheceu inúmeras equipas e múltiplos jogadores que com o passar dos anos se tornaram lendas desta modalidade. Contudo nenhuma/nenhum como a máquina do FC Barcelona, para muitos dos críticos do futebol como o conjunto mais perfeito e encantador que alguma vez se viu. Uma orquestra comandado por um homem que também ele caminha a passos largos para se tornar no maior e melhor jogador de todos os tempos: Leo Messi.
Em 2011 o Barcelona deu mais uma prova da sua categórica superioridade, não só a nível interno (venceu mais um campeonato à custa do poderoso galático Real Madrid de Mourinho e Ronaldo) como também externo (com os triunfos na Liga dos Campeões, Supertaça Europeia, e Mundial de Clubes). Palavras para quê? Os factos falam por si.

Flashes de 2011 (7)...


Nos últimos tempos, e muito em particular neste ano que agora finda, as atenções do futebol mundial centraram-se quase que exclusivamente num duelo muito particular: Barcelona e Real Madrid. Não há um dia que passe em que os dois colossos espanhóis não façam parte das páginas dos jornais do Mundo inteiro, pelas melhores ou pelas piores razões. E a "apimentar" este duelo global estão essencialmente quatro homens, quatros astros do actual futebol. No campo Messi e Ronaldo, no banco Guardiola e Mourinho. Até agora o combate tem sido amplamente ganho pelos catalães.

Flashes de 2011 (6)...




Três regressos e um velho conhecido, este foi o saldo no que toca aos vencedores de quatro dos principais campeonatos europeus. O repetente morou em Inglaterra, onde o Manchester United não deu, um ano mais, hipótese à feroz concorrência formada por Chelsea, Liverpool, Arsenal, e agora também do Manhcester City. Regressados aos títulos de campeões nacionais estiveram o Lille (França), Milan (Itália) e o Borussia Dortmund (Alemanha).

Flashes de 2011 (5)...


E foi na América do Sul que se verificaram o regresso de dois colossos do futebol daquela zona do continente americano às grandes vitórias continentais. Por um lado o Uruguai que de forma categórica vencia a Copa América, por outro o Santos que desde a era de Pelé que não vencia a prova mais importantes de clubes sul-americanos, a Copa Libertadores. Para a história das competições ficam nomes como os uruguaios Forlán, Álvaro Pereira, Luis Suárez, Maxi Rodriguez, ou o brasileiro Neymar, que para muitos pode muito bem ser o próximo génio da bola.

Flashes de 2011 (4)...


Futebol jovem: a confirmação e a injustica. Este poderia ser um possível título para aquilo o que se verificou em 2011 no que toca ao futebol de formação. A Dinamarca acolheu o Europeu de sub-21, prova amplamente dominada por uma encantadora selecção de Espanha que confirmava assim que muito dificilmente o futebol espanhol vai abandonar a rota das grandes vitórias internacionais no futuro próximo. Injusta foi a vitória do Brasil no Mundial de sub-20, que decorreu na Colômbia. E injusta porque na final os canarinhos derrotariam aquela que por muitos dos especialistas foi apontada como a melhor selecção da prova, Portugal, num duelo onde os lusos apenas tombariam no prolongamento graças a um golpe de sorte dos sul-americanos. Mas o futebol nem sempre é um jogo justo, e os portugueses que o digam.

Flashes de 2011 (3)...


Tiremos agora o chapéu às senhoras do futebol. 2011 viu duas novas equipas inscreverem o seu nome no livro de ouro da modalidade na vertente feminina: o Japão e o Lyon. As primeiras venceram de forma surpreendente e impensável o Campeonato do Mundo que este ano teve lugar na Alemanha, deixando para trás potências como o Brasil, Estados Unidos, Suécia, e a própria Alemanha (campeão do Mundo em título à partida para a competição). Já as francesas levariam para casa a sua primeira Liga dos Campeões.

Flashes de 2011 (2)...

Cada vez mais popular um pouco por todos os cantos do Mundo o futsal conheceu em 2011 mais uma temporada de grandes emoções. Em especial no universo clubístico onde a Itália inscreveu pela primeira vez o seu nome na competição de clubes mais importante do planeta: a UEFA Futsal Cup. E fê-lo através do Montesilvano, emblema que em Almaty (Casaquistão) derrotaria na grande final do certame o Sporting por claros 5-2.

Flashes de 2011 (1)...



Comecemos esta nossa viagem pelo ano que agora está prestes a deixar-nos para em primeiro lugar recordar a queda do rei do futebol de praia planetário: o Brasil. Tal facto deu-se no último Campeonato do Mundo, realizado em Itália, onde os brasileiros cederam o trono à nova potência do "beach soccer", a Rússia, que na grande final simplesmente vulgarizou os canarinhos por uns expressivos 12-8... e podiam até ter sido mais!
Mas se o trono do beach soccer é agora ocupado pelos czars russos o "principado" da modalidade continua nas mãos do país do samba. Isto porque a FIFA levou a cabo neste ano a 1ª edição do Mundialito de Clubes, prova que decorreu nas areias de São Paulo e que reuniu algumas das melhores equipas/clubes do Mundo desta modalidade. No final o título ficava em casa... pese embora tenha viajado para a cidade do Rio de Janeiro pelas mãos do Vasco da Gama que assim se tornava no primeiro campeão mundial da história.

quinta-feira, dezembro 22, 2011

Eurotaças em números (31)...

TAÇA DOS CAMPEÕES EUROPEUS

Época 1985/86

1ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)


Gornik (Polónia) - Bayern (Alemanha Ocidental): 1-2/1-4

Dynamo Berlim (Alemanha Oriental) - Áustria Viena (Áustria): 0-2/1-2

Rabat Ajax (Malta) - Omonia (Chipre): 0-5/0-5

Honved (Hungria) - Shamrock Rovers (Rep.Irlanda): 2-0/3-1

Vejle (Dinamarca) - Steaua (Roménia): 1-1/1-4

Zenit Leningrad (União Soviética) - Valerenga (Noruega): 2-0/2-0

Kuusysi (Finlândia) - FK Sarajevo (Jugoslávia): 2-1/2-1

Linfield (Irlanda do Norte) - Servette (Suíça): 2-2/1-2

IA (Islândia) - Aberdeen (Escócia): 1-3/1-4

IFK Gotemburgo (Suécia) - Trakia Plovdiv (Bulgária): 3-2/2-1

Bordéus (França) - Fenerbahce (Turquia): 2-3/0-0

Sparta Praga (Checoslováquia) - Barcelona (Espanha): 1-2/1-0 (Barcelona vence por golos fora)

Vídeo: AJAX - FC PORTO
video
 FC Porto (Portugal) - Ajax (Holanda): 2-0/0-0 (Golos lusos: Laureta, Celso)

Vídeo: HELLAS VERONA - PAOK
video

Vídeo: PAOK - HELLAS VERONA
video
Hellas Verona (Itália) - PAOK (Grécia): 3-1/2-1

Jeunesse Esch (Luxemburgo) - Juventus (Itália): 0-5/1-4

Isento: Anderlecht (Bélgica)

2ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

Bayern (Alemanha Ocidental) - Áustria Viena (Áustria): 4-2/3-3

Anderlecht (Bélgica) - Omonia (Chipre): 1-0/3-1

Honved (Hungria) - Steaua (Roménia): 1-0/1-4

Zenit Leningrad (União Soviética) - Kuusysi (Finlândia): 2-1/1-3

Servette (Suíça) - Aberdeen (Escócia): 0-0/0-1

IFK Gotemburgo (Suécia) - Fenerbahce (Turquia): 4-0/1-2

Vídeo: FC PORTO - BARCELONA
video
Barcelona (Espanha) - FC Porto (Portugal): 2-0/1-3 (Barcelona vence por golos fora)(Golos lusos: Juary (3))

Vídeo: HELLAS VERONA - JUVENTUS
video

Vídeo: JUVENTUS - HELLAS VERONA
video
Hellas Verona (Itália) - Juventus (Itália): 0-0/0-2

Quartos-de-final (1ª e 2ª mãos)

Bayern (Alemanha Ocidental) - Anderlecht (Bélgica): 2-1/0-2

Steaua (Roménia) - Kuusysi (Finlândia): 0-0/1-0

Aberdeen (Escócia) - IFK Gotemburgo (Suécia): 2-2/0-0 (IFK vence por golos fora)

Barcelona (Espanha) - Juventus (Itália): 1-0/1-1

Meias-finais (1ª e 2ª mãos)

Anderlecht (Bélgica) - Steaua (Roménia): 1-0/0-3

IFK Gotemburgo (Suécia) - Barcelona (Espanha): 3-0/0-3 (Barcelona vence nos penaltis)

Final

Steaua (Roménia) - Barcelona (Espanha): 0-0 (2-0 nos penaltis)


Data: 7 de Maio de 1986

Estádio: Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha (Espanha)

Árbitro: Michel Vautrot (França)

Steaua: Helmuth Duckadam, Stefan Iovan, Ilie Barbulescu, Adrian Bumbescu, Lucian Balan (Anghel Iordanescu, aos 72m), Miodrag Belodedici, Marius Lacatus, Mihail Majearu, Victor Piturca (Marin Radu, aos 107m), Gavril Balint, László Boloni. Treinador: Emerich Jenei

Barcelona: Urruti, Gerardo, Migueli, Julio Alberto, Víctor Muñoz, José Ramón Alexanko, Francisco Carrasco, Bernd Schuster (Josep Moratalla, aos 85m), Ángel Pedraza, Steve Archibald (Pichi Alonso, aos 106m), Marcos. Treinador: Terry VenablesJá sem as equipas inglesas, banidas pela UEFA por cinco anos na sequência da tragédia do Heysel ocorrida um ano antes, a TCE conheceu nas três épocas seguintes vencedores improváveis! O primeiro deles foi o Steaua de Bucareste que numa final morna disputada na tórrida Cidade de Sevilha bateu o poderoso FC Barcelona no desempate das grandes penalidades. Penaltis que foram mesmo o momento mais emotivo de uma desinteressante final, cabendo ao guarda-redes romeno Helmuth Duckadam arrecadar o estatuto de herói da noite após ter defendido os quatro "tiros ao alvo" do emblema catalão. O Steaua tornava-se assim na primeira equipa de leste a vencer a prova rainha da UEFA.

Vídeo: STEAUA - BARCELONA


video

Melhor marcador:Torbjorn Nilsson (IFK Gotemburgo): 7 golos

TAÇA DAS TAÇAS

Época 1985/86

1ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)


Rapid Viena (Áustria) - Tatabányai (Hungria): 5-0/1-1

Fram (Islândia) - Glentoran (Irlanda do Norte): 3-1/0-1

Mónaco (França) - Universitatea Craiova (Roménia): 2-0/0-3

Utrecht (Holanda) - Dynamo Kiev (União Soviética): 2-1/1-4

AEL Limassol (Chipre) - Dukla Praga (Checoslováquia): 2-2/0-4

AIK (Suécia) - Red Boys Differdange (Luxemburgo): 8-0/5-0

Larissa (Grécia) - Sampdoria (Itália): 1-1/0-1

Lyngby (Dinamarca) - Galway Utd. (Rep.Irlanda): 1-0/3-2

Estrela Vermelha (Jugoslávia) - Aarau (Suíça): 2-0/2-2

Fredrikstad (Noruega) - Bangor City (País de Gales): 1-1/0-0 (Bangor vence por golos fora)

Atlético Madrid (Espanha) - Celtic (Escócia): 1-1/2-1

HJK Helsínquia (Finlândia) - Flamurtari (Albânia): 3-2/2-1

Cercle Brugge (Bélgica) - Dynamo Dresden (Alemanha Oriental): 3-2/1-2 (Dynamo vence por golos fora)

Zurrieq (Malta) - Bayer Uerdingen (Alemanha Ocidental): 0-3/0-9

Galatasaray (Turquia) - Lodz (Polónia): 1-0/1-2 (Galatasaray vence por golos fora)

Isento: Benfica (Portugal)

2ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)


Rapid Viena (Áustria) - Fram (Islândia): 3-0/1-2

Universitatea Craiova (Roménia) - Dynamo Kiev (União Soviética): 2-2/0-3

Dukla Praga (Checoslováquia) - AIK (Suécia): 1-0/2-2

Benfica (Portugal) - Sampdoria (Itália): 2-0/0-1 (Golos lusos: Diamantino, Rui Águas)

Lyngby (Dinamarca) - Estrela Vermelha (Jugoslávia): 2-2/1-3

Bangor City (País de Gales) - Atlético Madrid (Espanha): 0-2/0-1

HJK Helsínquia (Finlândia) - Dynamo Dresden (Alemanha Oriental): 1-0/2-7

Bayer Uerdingen (Alemanha Ocidental) - Galatasaray (Turquia): 2-0/1-1

Quartos-de-final (1ª e 2ª mãos)

Rapid Viena (Áustria) - Dynamo Kiev (União Soviética): 1-4/1-5

Dukla Praga (Checoslováquia) - Benfica (Portugal): 1-0/1-2 (Dukla vence por golos fora)(Golos lusos: Carlos Manuel, Manniche)

Estrela Vermelha (Jugoslávia) - Atlético Madrid (Espanha): 0-2/1-1

Dynamo Dresden (Alemanha Oriental) - Bayer Uerdingen (Alemanha Ocidental): 2-0/3-7

Meias-finais (1ª e 2ª mãos)

Dynamo Kiev (União Soviética) - Dukla Praga (Checoslováquia): 3-0/1-1

Atlético Madrid (Espanha) - Bayer Uerdingen (Alemanha Ocidental): 1-0/3-2

Final

Dynamo Kiev (União Soviética) - Atlético Madrid (Espanha): 3-0


Data: 2 de Maio de 1986

Estádio: Gerland, em Lyon (França)

Árbitro: Franz Wohrer (Áustria)

Dynamo Kiev: Chanov; Baltacha (Bal, aos 38m), Bessonov, Kuznetsov, Demianenko; Rats, Yakovenko, Yaremchuk, Zavarov (Yevtushenko, aos 70m); Belanov, Blokhin. Treinador: Valeri Lobanovsky

Atlético Madrid: Fillol; Tomás, Arteche, Ruiz, Clemente; Prieto, E.Quique, Marina, Landáburu (Setién, aos 61m); Cabrera, Da Silva. Treinador: Luis Aragonés

Golos: 1-0 (Zavarov, aos 5m), 2-0 (Blokhin, aos 85m), 3-0 (Yevtushenko, aos 88m)Uma nova e hiper talentosa geração de jogadores criada pelo "velho lobo" Lobanovsky oferecia ao Dynamo Kiev a segunda TVT da sua história.

Vídeo: DYNAMO KIEV - ATLÉTICO MADRID


video

Melhores marcadores: Yaremchuk (Dynamo Kiev), Funkel (Bayer Uerdingen): 6 golos

TAÇA UEFA

Época 1985/86

1ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)


Colónia (Alemanha Ocidental) - Sporting Gijón (Espanha): 0-0/2-1

AEK Atenas (Grécia) - Real Madrid (Espanha): 1-0/0-5

Auxerre (França) - Milan (Itália): 3-1/0-3

Apoel (Chipre) - Lokomotiv Sofia (Bulgária): 2-2/2-4

Athletic Bilbao (Espanha) - Besiktas (Turquia): 4-1/1-0

Vídeo: CLUB BRUGGE - BOAVISTA
video
Boavista (Portugal) - Club Brugge (Bélgica): 4-3/1-3 (Golos lusos: José Rafael (2), Tonanha, Coelho/Coelho)

Bohemians (Rep.Irlanda) - Dundee Utd. (Escócia): 2-5/2-2

Borussia Monchengladbach (Alemanha Ocidental) - Lech (Polónia): 1-1/2-0

Coleraine (Irlanda do Norte) - Lokomotive Leipzig (Alemanha Oriental): 1-1/0-5

Dinamo Bucareste (Roménia) - Vardar (Jugoslávia): 2-1/0-1 (Vardar vence por golos fora)

Avenir Beggen (Luxemburgo) - PSV (Holanda): 0-2/0-4

Chornomorets Odessa (União Soviética) - Werder Bremen (Alemanha Ocidental): 2-1/2-3 (Odessa vence por golos fora)

Wismut Aue (Alemanha Oriental) - Dnipro (União Soviética): 1-3/1-2

Spartak Moscovo (União Soviética) - Turun Palloseura (Finlândia): 1-0/3-1

Gyori ETO (Hungria) - Bohemians Praga (Checoslováquia): 3-1/1-4

Hajduk Split (Jugoslávia) - Metz (França): 5-1/2-2

Inter (Itália) - St. Gallen (Suíça): 5-1/0-0

Waregem (Bélgica) - Aarhus (Dinamarca): 5-2/1-0

Dinamo Tirana (Albânia) - Hamrun (Malta): 1-0/0-0

Linz (Áustria) - Banik Ostrava (Checoslováquia): 2-0/1-0

Legia (Polónia) - Viking (Noruega): 3-0/1-1

Neuchâtel Xamax (Suíça) - Sportul Studentesc (Roménia): 3-0/4-4

Pirin Blagoevgrad (Bulgária) - Hammarby (Suécia): 1-3/0-4

Vídeo: PORTIMONENSE - PARTIZAN
video
Portimonense (Portugal) - Partizan (Jugoslávia): 1-0/0-4 (Golo luso: Pita)

FC Liège (Bélgica) - Wacker Innsbruck (Áustria): 1-0/3-1

Rangers (Escócia) - Osasuna (Espanha): 1-0/0-2

Slavia Praga (Checoslováquia) - St. Mirren (Escócia): 1-0/0-3

Sparta (Holanda) - Hamburgo (Alemanha Ocidental): 2-0/0-2 (Sparta vence nos penaltis)

 Vídeo: SPORTING - FEYENOORD
video

Vídeo: FEYENOORD - SPORTING 
video
Sporting (Portugal) - Feyenoord (Holanda): 3-1/1-2 (Golos lusos: Manuel Fernandes (2), Jordão/Litos)

Torino (Itália) - Panathinaikos (Grécia): 2-1/1-1

Valur (Islândia) - Nantes (França): 2-1/0-3

Videoton (Hungria) - Malmo (Suécia): 1-0/2-3 (Videoton vence por golos fora)

2ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

Colónia (Alemanha Ocidental) - Bohemians Praga (Checoslováquia): 4-0/4-2

Milan (Itália) - Lokomotive Leipzig (Alemanha Oriental): 2-0/1-3 (Milan vence por golos fora)

Dundee Utd. (Escócia) - Vardar (Jugoslávia): 2-0/1-1

Spartak Moscovo (União Soviética) - Club Brugge (Bélgica): 1-0/3-1

Partizan (Jugoslávia) - Nantes (França): 1-1/0-4

Hammarby (Suécia) - St. Mirren (Escócia): 3-3/2-1

Waregem (Bélgica) - Osasuna (Espanha): 2-0/1-2

Vídeo: SPORTING - DINAMO TIRANA
video
Dinamo Tirana (Albânia) - Sporting (Portugal): 0-0/0-1 (Golo luso: Venâncio)

Linz (Áustria) - Inter (Itália): 1-0/0-4

Lokomotiv Sofia (Bulgária) - Neuchâtel Xamax (Suíça): 1-1/0-0 (Neuchâtel vence por golos fora)

PSV (Holanda) - Dnipro (União Soviética): 2-2/0-1

FC Liège (Bélgica) - Athletic Bilbao (Espanha): 0-1/1-3

Real Madrid (Espanha) - Chornomorets Odessa (União Soviética): 2-1/0-0

Sparta (Holanda) - Borussia Monchengladbach (Alemanha Ocidental): 1-1/1-5

Torino (Itália) - Hajduk Split (Jugoslávia): 1-1/1-3

Videoton (Hungria) - Legia (Polónia): 0-1/1-1

Oitavos-de-final (1ª e 2º mãos)

Vídeo: ATHLETIC BILBAO - SPORTING
video
Athletic Bilbao (Espanha) - Sporting (Portugal): 2-1/0-3 (Golos lusos: Meade/Manuel Fernandes, Meade, Sousa)

Borussia Monchengladbach (Alemanha Ocidental) - Real Madrid (Espanha): 5-1/0-4 (Real vence por golos fora)

Dundee Utd. (Escócia) - Neuchâtel Xamax (Suíça): 2-1/1-3

Dnipro (União Soviética) - Hajduk Split (Jugoslávia): 0-1/0-2

Spartak Moscovo (União Soviética) - Nantes (França): 0-1/1-1

Hammarby (Suécia) - Colónia (Alemanha Ocidental): 2-1/1-3

Inter (Itália) - Legia (Polónia): 0-0/1-0

Waregem (Bélgica) - Milan (Itália): 1-1/2-1

Quartos-de-final (1ª e 2ª mãos)

Hajduk Split (Jugoslávia) - Waregen (Bélgica): 1-0/0-1 (Waregen vence nos penaltis)

Inter (Itália) - Nantes (França): 3-0/3-3

Real Madrid (Espanha) - Neuchâtel Xamax (Suíça): 3-0/0-2

Vídeo: COLÓNIA - SPORTING
video
Sporting (Portugal) - Colónia (Alemanha Ocidental): 1-1/0-2 (Golo luso: Meade)

Meias-finais (1ª e 2ª mãos)

Colónia (Alemanha Ocidental) - Waregem (Bélgica): 4-0/3-3

Inter (Itália) - Real Madrid (Espanha): 3-1/1-5

Final (1ª mão)

Real Madrid (Espanha) - Colónia (Alemanha Ocidental): 5-1


Data: 30 de Abril de 1986

Estádio: Santiago Bernabéu, em Madrid (Espanha)

Árbitro: George Courtney (Inglaterra)

Real Madrid: Agustín; Salguero, Solana, Camacho; Martín Vázquez(Santillana), Míchel, Juanito, Gordillo; Butragueño, Hugo Sánchez, Valdano. Treinador: Luis Molowny

Colónia: Schumacher; Geils, Gielchen, Steiner, Prestin; Geilenkirchen, Honerbach; Bein (Hassler), Janssen; Littbarski (Dickel), Allofs. Treinador: Georg Kessler

Golos: 0-1 (Allofs, aos 29m), 1-1 (Hugo Sánchez, aos 38m), 2-1 (Gordillo, aos 42m), 3-1 (Valdano, aos 51m), 4-1 (Valdano, aos 84m), 5-1 (Santillana, aos 89m)

Vídeo: REAL MADRID - COLÓNIA

video


Final (2ª mão)

Colónia (Alemanha Ocidental) - Real Madrid (Espanha): 2-0


Data: 6 de Maio de 1986

Estádio: Olympiastadion, em Berlim (Alemanha Ocidental)

Árbitro: Bob Valentine (Escócia)

Colónia: Schumacher; Prestin, Gielchen, Geils (Schmitz); Geilenkirchen, Steiner, Bein, Hönerbach, Bein; Janssen (Pisanti), Littbarski, Allofs. Treinador: Georg Kessler

Real Madrid: Agustín; Chendo, Maceda, Solana, Camacho; Míchel, Gallego, Valdano, Gordillo; Butragueño (Juanito), Sánchez (Santillana). Treinador: Luis Molowny

Golos: 1-0 (Bein, aos 22m), 2-0 (Geilenkirchen, aos 72m)A jovem e talentosa "Quinta del Buitre" liderou o Real Madrid na conquista da segunda Taça UEFA consecutiva para os merengues. Martín Vásquez, Chendo, Míchel, Hugo Sánchez e um tal de Emilio Butragueño ficavam assim eternizados na história dos "blancos" e do próprio futebol espanhol.

Melhor marcador:Allofs (Colónia): 9 golos

SUPERTAÇA EUROPEIA

Época 1985/86

Steaua (Roménia) - Dynamo Kiev (União Soviética): 1-0


Data: 24 de Fevereiro de 1987

Estádio: Louis II, no Mónaco (França)

Steaua: Stingaciu; Iovan, Bumbescu, Stoica, Barbulescu, Belodedici, Boloni, Balan, Hagi (Balint, aos 84m), Lacatus (Majaru, aos 89m), Piturca. Treinador: Anghel Iordănescu

Dynamo Kiev: Chanov; Bal, Baltacha, Kuznetsov, Demianenko, Yevtushenko, Yakovenko, Rats, Belanov (Mikhailitchenko, aos 50m), Zavarov (Morozov, aos 77m), Blokhin. Treinador: Valeri Lobanovsky

Golo: 1-0 (Hagi, aos 44m)Disputada pela primeira vez naquele que é hoje em dia o grande palco das decisões da competição, o mesmo é dizer o Estádio Louis II, no Mónaco, a Supertaça Europeia equivalente à temporada de 85/86 seria conquistada pelos romenos do Steaua graças a um golo memorável da sua então jovem e promissora estrela Gica Hagi, jogador que com o passar dos anos se haveria de tornar no maior futebolista da história do futebol romeno.

Vídeo: STEAUA - DYNAMO KIEV

video

quarta-feira, dezembro 21, 2011

Eurotaças em números (30)...

TAÇA DOS CAMPEÕES EUROPEUS

Época 1984/85

1ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)


Ilves (Finlândia) - Juventus (Itália): 0-4/1-2

Grasshopper (Suíça) - Honved (Hungria): 3-1/1-2

Valerenga (Noruega) - Sparta Praga (Checoslováquia): 3-3/0-2

Labinoti Elbasan (Albânia) - Lyngby (Dinamarca): 0-3/0-3

Bordéus (França) - Athletic Bilbao (Espanha): 3-2/0-0

Dinamo Bucareste (Roménia) - Omonia (Chipre): 4-1/1-2

Levski-Spartak (Bulgária) - Estugarda (Alemanha Ocidental): 1-1/2-2 (Levski vence por golos fora)

Trabzonspor (Turquia) - Dnipro (União Soviética): 1-0/0-3

Aberdeen (Escócia) - Dynamo Berlim (Alemanha Oriental): 2-1/1-2 (Dynamo vence nos penaltis)

Áustria Viena (Áustria) - Valletta FC (Malta): 4-0/4-0

Vídeo: LECH - LIVERPOOL
video
 Vídeo: LIVERPOOL - LECH
video
Lech (Polónia) - Liverpool (Inglaterra): 0-1/0-4

Estrela Vermelha (Jugoslávia) - Benfica (Portugal): 3-2/0-2 (Golos lusos: Diamantino, Elzener (p.b.)/Carlos Manuel (2))

Avenir Beggen (Luxemburgo) - IFK Gotemburgo (Suécia): 0-8/0-9

IA (Islândia) - Beveren (Bélgica): 2-2/0-5

Feyenoord (Holanda) - Panathinaikos (Grécia): 0-0/1-2

Linfield (Irlanda do Norte) - Shamrock Rovers (Rep.Irlanda): 0-0/1-1 (Linfield vence por golos fora)

2ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

Juventus (Itália) - Grasshopper (Suíça): 2-0/4-2

Sparta Praga (Checoslováquia) - Lyngby (Dinamarca): 0-0/2-1

Bordéus (França) - Dinamo Bucareste (Roménia): 1-0/1-1

Levski-Spartak (Bulgária) - Dnipro (União Soviética): 3-1/0-2 (Dnipro vence por golos fora)

Dynamo Berlim (Alemanha Oriental) - Áustria Viena (Áustria): 3-3/1-2

Vídeo: LIVERPOOL - BENFICA
video
Vídeo: BENFICA - LIVERPOOL
video
Liverpool (Inglaterra) - Benfica (Portugal): 3-1/0-1 (Golos lusos: Diamantino/Manniche)

IFK Gotemburgo (Suécia) - Beveren (Bélgica): 1-0/1-2 (IFK vence por golos fora)

Panathinaikos (Grécia) - Linfield (Irlanda do Norte): 2-1/3-3

Quartos-de-final (1ª e 2ª mãos)

Juventus (Itália) - Sparta Praga (Checoslováquia): 3-0/0-1

Bordéus (França) - Dnipro (União Soviética): 1-1/1-1 (Bordéus vence nos penaltis)

Vídeo: ÁUSTRIA VIENA - LIVERPOOL
video
Vídeo: LIVERPOOL - ÁUSTRIA VIENA
video
Áustria Viena (Áustria) - Liverpool (Inglaterra): 1-1/1-4

IFK Gotemburgo (Suécia) - Panathinaikos (Grécia): 0-1/2-2

Meias-finais (1ª e 2ª mãos)

Juventus (Itália) - Bordéus (França): 3-0/0-2

Vídeo: LIVERPOOL - PANATHINAIKOS
video
Vídeo: PANATHINAIKOS - LIVERPOOL
video
  Liverpool (Inglaterra) - Panathinaikos (Grécia): 4-0/1-0

Final

Juventus (Itália) - Liverpool (Inglaterra): 1-0


Data: 29 de Maio de 1985

Estádio: Heysel, em Bruxelas (Bélgica)

Árbitro: André Daina (Suíça)

Juventus: Stefano Tacconi, Luciano Favero, Antonio Cabrini, Massimo Bonini, Sergio Brio, Gaetano Scirea, Massimo Briaschi (Cesare Prandelli, aos 84m), Marco Tardelli, Paolo Rossi (Benimiano Vignola, aos 89m), Michel Platini, Zbigniew Boniek. Treinador: Giovanni Trapattoni

Liverpool: Bruce Grobbelaar, Phil Neal, Jim Beglin, Mark Lawrenson (Gary Gillespie, aos 4m), Steve Nicol, Alan Hansen, Kenny Dalglish, Ronnie Whelan, Ian Rush, Paul Walsh (Craig Johnston, aos 46m), John Wark. Treinador: Joe Fagan

Golo: 1-0 (Platini, aos 56m)


1985 assinala a página mais negra e sangrenta do futebol europeu. O que tinha tudo para ser um memorável jogo de futebol entre duas das melhores equipas do Mundo transformou-se numa batalha sangrenta entre adeptos das duas equipas dentro e fora do estádio. Confrontos que foram iniciados pelos fãs da equipa inglesa que já dentro do estádio agrediram os seus adversários com barras de ferro, socos e pontapés. À medida em que a batalha campal ia avançando as grades que separavam as bancadas cederam e dezenas de espectadores foram literalmente esmagados. Balanço final: 38 mortos e largas dezenas de feridos!!! A festa estava estragada. Mesmo assim a UEFA decidiu avançar com o jogo, o menos importante daquele trágico final de tarde em Bruxelas. E no campo Michel Platini deu o primeiro título de campeão europeu à Juventus, facto este que naquele dia acabou por se tornar praticamente insignificante... Na sequência desta tragédia a UEFA decidiu suspender os clubes ingleses das provas europeias durante cinco anos. Com este título a Juventus tornava-se na primeira equipa a vencer as quatro provas da UEFA (TCE, TVT, TU, e SE)

Vídeo: JUVENTUS - LIVERPOOL

video

Melhores marcadores: Platini (Juventus), Nilsson (IFK Gotemburgo): 7 golos

TAÇA DAS TAÇAS

Época 1984/85

1ª Eliminatória (1ª e 2ª mão)


Bayern (Alemanha Ocidental) - Moss (Noruega): 4-1/2-1

Trakia Plovdiv (Bulgária) - Union Luxembourg (Luxemburgo): 4-0/1-1

Roma (Itália) - Steaua (Roménia): 1-0/0-0

Wrexham (País de Gales) - FC Porto (Portugal): 1-0/3-4 (Wrexham vence por golos fora) (Golos lusos: Gomes (2), Jaime Magalhães, Futre)

Inter Bratislava (Checoslováquia) - Kuusysi Lahti (Finlândia): 2-1/0-0

Vídeo: UC DUBLIN - EVERTON 
video
Vídeo: EVERTON - UC DUBLIN
video
UC Dublin (Rep.Irlanda) - Everton (Inglaterra): 0-0/0-1

KB (Dinamarca) - Fortuna Sittard (Holanda): 0-0/0-3

Wisla (Polónia) - IBV (Islândia): 4-2/3-1

Malmo (Suécia) - Dynamo Dresden (Alemanha Oriental): 2-0/1-4

Metz (França) - Barcelona (Espanha): 2-4/4-1

Rapid Viena (Áustria) - Besiktas (Turquia): 4-1/1-1

Gent (Bélgica) - Celtic (Escócia): 1-0/0-3

Siófoki Bányász (Hungria) - AE Larissa (Grécia): 1-1/0-2

Apoel (Chipre) - Servette (Suíça): 0-3/1-3

Dinamo Moscovo (União Soviética) - Hajduk Split (Jugoslávia): 1-0/5-2

Ballymena Utd. (Irlanda do Norte) - Hamrun (Malta): 0-1/1-2

2ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

Bayern (Alemanha Ocidental) - Trakia Plovdiv (Bulgária): 4-1/0-2

Roma (Itália) - Wrexham (País de Gales): 2-0/1-0

Vídeo: INTER BRATISLAVA - EVERTON
video
Vídeo: EVERTON - INTER BRATISLAVA
video
Inter Bratislava (Checoslováquia) - Everton (Inglaterra): 0-1/0-3

Fortuna Sittard (Holanda) - Wisla (Polónia): 2-0/1-2

Dynamo Dresden (Alemanha Oriental) - Metz (França): 3-1/0-0

Rapid Viena (Áustria) - Celtic (Escócia): 3-1/1-0

AE Larissa (Grécia) - Servette (Suíça): 2-1/1-0

Dinamo Moscovo (União Soviética) - Hamrun (Malta): 5-0/1-0

Quartos-de-final (1ª e 2ª mãos)

Bayern (Alemanha Ocidental) - Roma (Itália): 2-0/2-1

Vídeo: EVERTON - FORTUNA SITTARD
video
Vídeo: FORTUNA SITTARD - EVERTON 
video
Everton (Inglaterra) - Fortuna Sittard (Holanda): 3-0/2-0

Dynamo Dresden (Alemanha Oriental) - Rapid Viena (Áustria): 3-0/0-5

AE Larissa (Grécia) - Dinamo Moscovo (União Soviética): 0-0/0-1

Meias-finais (1ª e 2ª mãos)

Vídeo: BAYERN - EVERTON
video
Vídeo: EVERTON - BAYERN
video
Bayern (Alemanha Ocidental) - Everton (Inglaterra): 0-0/1-3

Rapid Viena (Áustria) - Dinamo Moscovo (União Soviética): 3-1/1-1

Final

Everton (Inglaterra) - Rapid Viena (Áustria): 3-1


Data: 15 de Maio de 1985

Estádio: Feyenoord Stadion, em Roterdão (Holanda)

Árbitro: Paolo Casarin (Itália)

Everton: Southall; Stevens, Van den Hauwe, Ratcliffe, Mountfield; Reid, Steven, Bracewell, Sheedy; Gray, Sharp. Treinador: Howard Kendall

Rapid Viena: Konsel; Lainer, Weber, Garger, Brauneder; Hrstic, Kranjcar, Kienast, Weinhofer (Panenka);Pacult (Gross), Krankl. Treinador: Otto Baric

Golos: 1-0 (Gray, aos 57m), 2-0 (Steven. aos 72m), 2-1 (Krankl, aos 83m), 3-1 (Sheedy, aos 85m)

O mais discreto clube da Cidade de Liverpool conseguia em 85 o feito mais relevante do seu historial na Europa do futebol.

Vídeo: EVERTON - RAPID VIENA

video

Melhores marcadores:Gray (Everton), Panenka (Rapid Viena), Gasaev (Dinamo Moscovo): 5 golos

TAÇA UEFA

Época 1984/85

1ª Eliminatória (1ª e 2ª mão)


Colónia (Alemanha Ocidental) - Pogon (Polónia): 2-1/1-0

AIK (Suécia) - Dundee Utd. (Escócia): 1-0/0-3

Mónaco (França) - CSKA Sofia (Bulgária): 2-2/1-2

Bohemians (Rep.Irlanda) - Rangers (Escócia): 3-2/0-2

Dinamo Minsk (União Soviética) - HJK Helsínquia (Finlândia): 4-0/6-0

Red Boys Differdange (Luxemburgo) - Ajax (Holanda): 0-0/0-14

Bohemians Praga (Checoslováquia) - Apollon Limassol (Chipre): 6-1/2-2

Sion (Suíça) - Atlético Madrid (Espanha): 1-0/3-2

Sliven (Bulgária) - Zeljeznicar (Jugoslávia): 1-0/1-5

Vorwarts Frankfurt (Alemanha Oriental) - PSV (Holanda): 2-0/0-3

Fenerbahce (Turquia) - Fiorentina (Itália): 0-1/0-2

Dukla Bystrica (Checoslováquia) - Borussia Monchengladbach (Alemanha Ocidental): 2-3/1-4

Glentoran (Irlanda do Norte) - Standard Liège (Bélgica): 1-1/0-2

Vídeo: KR - QUEENS PARK RANGERS
video
KR (Islândia) - Queens Park Rangers (Inglaterra): 0-3/0-4

Lokomotive Leipzig (Alemanha Oriental) - Lillestrom (Noruega): 7-0/0-3

Vídeo: MANCHESTER UNITED - GYORI RTO
video
Vídeo: GYORI ETO - MANCHESTER UNITED
video
Manchester Utd. (Inglaterra) - Gyori ETO (Hungria): 3-0/2-2

Vídeo: CLUB BRUGGE - NOTTINGHAM FOREST
video
Nottingham Forest (Inglaterra) - Club Brugge (Bélgica): 0-0/0-1

Odense (Dinamarca) - Spartak Moscovo (União Soviética): 1-5/1-2

Olympiakos (Grécia) - Neuchatel Xamax (Suíça): 1-0/2-2

Osters (Suécia) - Linz (Áustria): 0-1/0-1

Paris Saint-Germain (França) - Hearts (Escócia): 4-0/2-2

Anderlecht (Bélgica) - Werder Bremen (Alemanha Ocidental): 1-0/1-2 (Anderlecht vence por golos fora)

Rabat Ajax (Malta) - Partizan (Jugoslávia): 0-2/0-2

Betis (Espanha) - Universitatea Craiova (Roménia): 1-0/0-1 (Craiova vence nos penaltis)

Real Madrid (Espanha) - Wacker Innsbruck (Áustria): 5-0/0-2

Valladolid (Espanha) - NK Rijeka (Jugoslávia): 1-0/1-4

Braga (Portugal) - Tottenham (Inglaterra): 0-3/0-6

Vídeo: HAMBURGO - SOUTHAMPTON
video
Southampton (Inglaterra) - Hamburgo (Alemanha Ocidental): 0-0/0-2

Vídeo: SPORTING - AUXERRE
video
Sporting (Portugal) - Auxerre (França): 2-0/2-2 (Golos lusos: Manuel Fernandes, Jaime Pacheco/Oceano, Litos)

Sportul Studentesc (Roménia) - Inter (Itália): 1-0/0-2

Videoton (Hungria) - Dukla Praga (Checoslováquia): 1-0/0-0

Lodz (Polónia) - Aarhus (Dinamarca): 2-0/0-1

2ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

Fiorentina (Itália) - Anderlecht (Bélgica): 1-1/2-6

Ajax (Holanda) - Bohemians Praga (Checoslováquia): 1-0/0-1 (Bohemians vence nos penaltis)

Borussia Monchengladbach (Alemanha Ocidental) - Lodz (Polónia): 3-2/0-1 (Lodz vence por golos fora)

Vídeo: CLUB BRUGGE - TOTTENHAM
video
Vídeo: TOTTENHAM - CLUB BRUGGE
video
Club Brugge (Bélgica) - Tottenham (Inglaterra): 2-1/0-3

Universitatea Craiova (Roménia) - Olympiakos (Grécia): 1-0/1-0

Zeljeznicar (Jugoslávia) - Sion (Suíça): 2-1/1-1

Hamburgo (Alemanha Ocidental) - CSKA Sofia (Bulgária): 4-0/2-1

Inter (Itália) - Rangers (Escócia): 3-0/1-3

Linz (Áustria) - Dundee Utd. (Escócia): 1-2/1-5

Lokomotive Leipzig (Alemanha Oriental) - Spartak Moscovo (União Soviética): 1-1/0-2

NK Rijeka (jugoslávia) - Real Madrid (Espanha): 3-1/0-3

Paris Saint-Germain (França) - Videoton (Hungria): 2-4/0-1

Vídeo: MANCHESTER UNITED - PSV
video
PSV (Holanda) - Manchester Utd. (Inglaterra): 0-0/0-1

Vídeo: QUEENS PARK RANGERS - PARTIZAN
video

Vídeo: PARTIZAN - QUEENS PARK RANGERS
video
Queens Park Rangers (Inglaterra) - Partizan (Jugoslávia): 6-2/0-4

Vídeo: SPORTING - DINAMO MINSK
video
Sporting (Portugal) - Dinamo Minsk (União Soviética): 2-0/0-2 (Dinamo vence nos penaltis) (Golos lusos: Manuel Fernandes, Borowski (p.b.))

Standard Liège (Bélgica) - Colónia (Alemanha Ocidental): 0-2/1-2

Oitavos-de-final (1ª e 2ª mãos)

Spartak Moscovo (União Soviética) - Colónia (Alemanha Ocidental): 1-0/0-2

Universitatea Craiova (Roménia) - Zeljeznicar (Jugoslávia): 2-0/0-4

Hamburgo (Alemanha Ocidental) - Inter (Itália): 2-1/0-1 (Inter vence por golos fora)

Vídeo: MANCHESTER UNITED - DUNDEE UNITED
video
Vídeo: DUNDEE UNITED - MANCHESTER UNITED
video
Manchester Utd. (Inglaterra) - Dundee Utd. (Escócia): 2-2/3-2

Anderlecht (Bélgica) - Real Madrid (Espanha): 3-0/1-6

Vídeo: BOHEMIANS PRAGA - TOTTENHAM
video
Tottenham (Inglaterra) - Bohemians Praga (Checoslováquia): 2-0/1-1

Videoton (Hungria) - Partizan (Jugoslávia): 5-0/0-2

Lodz (Polónia) - Dinamo Minsk (União Soviética): 0-2/1-0

Quartos-de-final (1ª e 2ª mãos)

Zeljeznicar (Jugoslávia) - Dinamo Minsk (União Soviética): 2-0/1-1

Inter (Itália) - Colónia (Alemanha Ocidental): 1-0/3-1

Vídeo: MANCHESTER UNITED - VIDEOTON
video
Manchester Utd. (Inglaterra) - Videoton (Hungria): 1-0/0-1 (Videoton vence nos penaltis)

Vídeo: TOTTENHAM - REAL MADRID
video
Tottenham (Inglaterra) - Real Madrid (Espanha): 0-1/0-0

Meias-finais (1ª e 2ª mãos)

Inter (Itália) - Real Madrid (Espanha): 2-0/0-3

Videoton (Hungria) - Zeljeznicar (Jugoslávia): 3-1/1-2

Final (1ª mão)

Videoton (Hungria) - Real Madrid (Espanha): 0-3


Data: 8 de Maio de 1985

Estádio: Sóstói, em Székesfehérvár (Hungria)

Árbitro: Michel Vautrot (França)

Videoton: P.Disztl; Borsányi, L.Disztl, Csuhay, Horváth; Palkovics, Végh, Wittman, Vadász; Novath (Gyenti, aos 62m), Burcsa. Treinador: Ferenc Kovács

Real Madrid: Miguel Ángel; Chendo, Sanchís, Stielike, Camacho; San José, Míchel, Gallego; Butragueño (Juanito, aos 80m), Santillana (Salguero, aos 86m), Valdano. Treinador: Luis Molowny

Golos: 0-1 (Míchel, aos 31m), 0-2 (Santillana, aos 77m), 0-3 (Valdano, aos 89m)

Vídeo: VIDEOTON - REAL MADRID

video

Final (2ª mão)

Real Madrid (Espanha) - Videoton (Hungria): 0-1


Data: 22 de Maio de 1985

Estádio: Santiago Bernabéu, em Madrid (Espanha)

Árbitro: Alexis Ponnet (Bélgica)

Real Madrid: Miguel Ángel; Chendo, Sanchís, Stielike, Camacho; San José, Míchel, Gallego; Butragueño, Santillana, Valdano (Juanito, aos 57m). Treinador: Luis Molowny

Videoton: P.Disztl; Csuhay, L.Disztl, Végh, Horváth; Burcsa, Csongrádi (Wittman, aos 51m), Vadász; Szabo, Májer, Novath (Palkovics, aos 57m). Treinador: Ferenc Kovács

Golo: 0-1 (Májer, aos 86m)

19 anos depois o "gigante adormecido"... acordou! O histórico Real Madrid voltava a celebrar uma conquista europeia, desta feita na Taça UEFA, sob o domínio de uma nova e talentosa geração de futebolistas que ficou eternizada como a "Quinta del Buitre".

Vídeo: REAL MADRID - VIDEOTON

video
Melhores marcadores:

Bannister (Queens Park Rangers), Bahtic (Zeljeznicar): 7 golos


SUPERTAÇA EUROPEIA

Época 1984/85


Não se disputou