quarta-feira, dezembro 22, 2010

Memórias lusitanas (24)...

Campeonato Nacional da 1ª Divisão, Época 1957/58

CAMPEÃO NACIONAL: SPORTING CLUBE DE PORTUGAL

CLASSIFICAÇÃO GERAL:


CLUBES-JOGOS-VITÓRIAS-EMPATES-DERROTAS-GM-GS-PONTOS

1º Sporting----26---19---5---2---79---21---43

2º FC Porto-------26---21---1---4---64---25---43

3º Benfica---------26---17---2---7---59---23---36

4º Belenenses----26---12---4---10---54---42---28

5º Braga-----------26---9---7---10---51---52---25

6º L. Évora--------26---10---4---12---37---36---24

7º Barreirense----26---10---4---12---42---52---24

8º Torreense------26---11---2---13---30---46---24

9º Académica------26---10---4---12---45---40---24

10º Caldas-----------26---9---5---12---30---46---23

11º V. Setúbal-----26---9---4---13---37---59---22

12º CUF--------------26---8---3---15---40---59---19

13º Salgueiros------26---7---2---17---45---65---16

14º Oriental--------26---4---5---17---21---68---13

OS RESULTADOS DO CAMPEÃO:

FC PORTO: 3-0 / 1-2

BENFICA: 2-0 / 0-2

BELENENSES: 3-2 / 3-3

BRAGA: 3-0 / 5-0

L. ÉVORA: 3-0 / 1-1

BARREIRENSE: 7-1 / 1-0

TORREENSE: 6-1 / 3-0

ACADÉMICA: 1-1 / 1-0

CALDAS: 3-0 / 3-1

V. SETÚBAL: 2-2 / 4-2

CUF: 5-0 / 3-3

SALGUEIROS: 5-0 / 1-0

ORIENTAL: 5-0 / 5-0

OS NOMES DOS CAMPEÕES NACIONAIS:

Caldeira, Costa, David Júlio, Galaz, Carlos Gomes, Gonçalves, Hugo, Ivson, Joaquim José, Juca, Martins, Fernando Mendes, Miltinho, Octávio de Sá, Osvaldinho, Pacheco, Pérides, Pompeu, Travassos, Vadinho, Valente, Vasques, e Valter. Treinador: Enrique Fernandez

Já sem a magia dos "Cinco Violinos" no seu futebol (deste quinteto célebre apenas restavam Travassos e Vasques) os "leões rugiram mais alto" que os seus oponentes no Nacional de 57/58

 Clássicos do Futebol Português
(Jogos entre os Três Grandes - FC Porto, Benfica, e Sporting - no Campeonato Nacional da 1ª Divisão da época de 1957/58)
O título leonino de 1957/58 começou a ser edificado através da baliza, a qual era guardada pelo mítico Carlos Gomes, um dos melhores keepers de sempre do futebol português. 

1ª Jornada

Sporting - FC Porto: 3-0
Data: 8 de setembro de 1957
Estádio de Alvalade (Lisboa)
Árbitro: Mário Mendonça (Évora)

Sporting: Carlos Gomes, Caldeira, Galaz, Pacheco, Júlio, Osvaldinho, Hugo, Miltinho, Pompeu, Travassos, e Martins. Treinador: Enrique Fernández

FC Porto: Pinho, Virgílio, Barbosa, Ângelo Sarmento, Pedroto, Monteiro da Costa, Hernâni, Gastão, Jaburú, Teixeira I, e Perdigão. Treinador: Dorival Yustrich

Golos: 1-0 (Martins, aos 55m), 2-0 (Pompeu, aos 83m), 3-0 (Travassos, aos 89m)


6ª Jornada

FC Porto - Benfica: 1-0
Data: 13 de outubro de 1957
Estádio das Antas (Porto)
Árbitro: Mário Mendonça (Évora)

FC Porto: Acúrsio, Virgílio, Miguel Arcanjo, Barbosa, Lito, Monteiro da Costa, Carlos Duarte, Gastão, Osvaldo Silva, Teixeira I, e Morais. Treinador: Dorival Yustrich

Benfica: Bastos, Calado, Serra, Ângelo, Pegado, Alfredo, Palmeiro, Caiado, José Águas, Coluna, e Santana. Treinador: Otto Glória

Golo: 1-0 (Monteiro da Costa, aos ?m)


10ª Jornada

Sporting - Benfica: 2-0
Data: 10 de novembro de 1957
Estádio de Alvalade (Lisboa)
Árbitro: António Calheiros (Lisboa)

Sporting: Carlos Gomes, Caldeira, Galaz, Pacheco, Júlio, Osvaldinho, Hugo, Vasques, Vadinho, Travassos, e Martins. Treinador: Enrique Fernández

Benfica: Costa Pereira, Ferreira, Calado, Ângelo, Artur Santos, Zezinho, Palmeiro Antunes, Salvador, José Águas, Coluna, e Palmeiro. Treinador: Otto Glória

Golos: 1-0 (Vasques, aos 28m), 2-0 (Vadinho, aos 53m)
José Maria Pedroto, que décadas mais tarde seria eternizado (na qualidade de treinador) como o Zé do Boné, tenta aqui ludibriar o experiente guardão Carlos Gomes.

14ª Jornada

FC Porto - Sporting: 2-1
Data: 8 de dezembro de 1957
Estádio das Antas (Porto)
Árbitro: Álvaro Rodrigues (Coimbra)

FC Porto: Acúrsio, Virgílio, Miguel Arcanjo, Barbosa, Pedroto, Monteiro da Costa, Carlos Duarte, Gastão, Jaburú, Hernâni, e Osvaldo Silva. Treinador: Dorival Yustrich

Sporting: Carlos Gomes, Caldeira, Galaz, Pacheco, Júlio, Juca, Hugo, Ivson, Vadinho, Travassos, e Martins. Treinador: Enrique Fernández

Golos: 1-0 (Hernâni, aos 13m), 1-1 (Vadinho, aos 44m), 2-1 (Hernâni, aos 71m)


19ª Jornada

Benfica - FC Porto: 2-3
Data: 19 de janeiro de 1958
Estádio da Luz (Lisboa)
Árbitro: Inocêncio Calabote (Évora)

Benfica: Costa Pereira, Zezinho, Serra, Ângelo, Alfredo, Pegado, Palmeiro, Cavém, José Águas, Coluna, e Santana. Treinador: Otto Glória

FC Porto: Acúrsio, Virgílio, Miguel Arcanjo, Barbosa, Pedroto, Monteiro da Costa, Carlos Duarte, Gastão, Teixeira I, Hernâni, e Osvaldo Silva. Treinador: Dorival Yustrich

Golos: 0-1 (Teixeira I, aos 7m), 1-1 (José Águas, aos 43m), 1-2 (Carlos Duarte, aos 47m), 1-3 (Hernâni, aos 50m), 2-3 (José Águas, aos 83m)
José Águas leva a melhor sobre o guardião sportinguista, fazendo um dos dos (seus) dois golos com que os leões foram abatidos pelas águias. 

23ª Jornada

Benfica - Sporting: 2-0
Data: 2 de março de 1958
Estádio da Luz (Lisboa)
Árbitro: Raul Martins (Lisboa)

Benfica: Bastos, Araújo, Alfredo, Ângelo, Mário João, Pegado, Azevedo, Caiado, José Águas, Coluna, e Cavém. Treinador: Otto Glória

Sporting: Carlos Gomes, Caldeira, Galaz, Valente, Mendes, Osvaldinho, Hugo, Vasques, Vadinho, Júlio, e Martins. Treinador: Enrique Fernández

Golos: 1-0 (José Águas, aos 5m), 2-0 (José Águas, aos 72m)

Melhor marcador do Campeonato Nacional da 1ª Divisão da época 1957/58:
 Arsénio (CUF): 23 golos 

Campeonato Nacional da 2ª Divisão, Época 1957/58 

CAMPEÃO NACIONAL DA 2ª DIVISÃO: SPORTING DA COVILHÃ

CLASSIFICAÇÃO GERAL ZONA NORTE:

CLUBES-JOGOS-VITÓRIAS-EMPATES-DERROTAS-GM-GS-PONTOS

1º V. Guimarães---26---19---3---4---82---35---41

2º Sp. Covilhã---26---18---2---6---66---25---38

3º Boavista---26---16---2---8---56---38---34

4º Leixões---26---10---6---10---46---39---26

5º Sp. Espinho---26---9---8---9---49---48---26

6º Gil Vicente---26---10---5---11---36---54---25

7º Chaves---26---10---5---11---37---48---25

8º Marinhense---26---10---4---12---41---46---24

9º Sanjoanense---26---10---3---13---50---55---23

10º Peniche---26---8---6---12---39---53---22

11º Vila Real---26---7---7---12---32---43---21

12º Tirsense---26---8---4---14---38---55---20

13º Vianense---26---8---4---14---31---49---20

14º Leões Santarém---26---5---9---12---23---38---19

CLASSIFICAÇÃO GERAL ZONA SUL:

CLUBES-JOGOS-VITÓRIAS-EMPATES-DERROTAS-GM-GS-PONTOS

1º Farense---26---18---3---5---67---31---39

2º Olhanense---26---16---3---7---59---26---35

3º Atlético---26---14---5---7---76---45---33

4º Juv. Évora---26---14---5---7---43---39---33

5º Portimonense---26---14---2---10---53---34---30

6º Serpa---26---13---3---10---50---52---29

7º Arroios---26---13---2---11---49---47---28

8º Montijo---26---11---4---11---49---36---26

9º Desp. Beja---26---10---4---12---46---56---24

10º Almada---26---8---5---13---29---46---21

11º Coruchense---26---8---4---14---38---62---20

12º Portalegrense---26---7---5---14---34---55---19

13º Estoril---26---6---7---13---38---54---19

14º U. Montemor---26---2---4---20---23---71---8

APURAMENTO DO CAMPEÃO/PROMOÇÃO

CLUBES-JOGOS-VITÓRIAS-EMPATES-DERROTAS-GM-GS-PONTOS

1º Sp. Covilhã---10---6---3---1---22---11---15

2º V. Guimarães---10---5---2---3---22---16---12

3º Farense---10---4---2---4---18---18---10

4º Boavista---10---4---0---6---22---21---8

5º Atlético---10---3---2---5---23---27---8

6º Olhanense---10---3---1---6---11---25---7
 Os "leões da serra" viviam um período extremamente positivo no que a resultados desportivos dizia respeito. Depois de na temporada anterior ter chegado de forma surpreendente à final da Taça de Portugal, o Sporting da Covilhã voltava em 1958 a vencer o campeonato do segundo escalão do futebol luso

 CAMPEÃO NACIONAL DA 3ª DIVISÃO: OLIVEIRENSE
 O histórico "onze" da União Desportiva Oliveirense que alcançou o seu maior feito nacional no que ao futebol diz respeito

Taça de Portugal, Época 1957/58

1ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)


Académica - Oriental: 3-0 / 1-2

Caldas - Salgueiros: 1-2 / 1-2

FC Porto - Braga: 3-0 / 1-3

CUF - V. Setúbal: 2-2 / 0-1

L. Évora - Barreirense: 3-2 / 0-4

Benfica - Belenenses: 1-0 / 2-1

Sporting - Torreense: 1-1 / 1-0

Quartos-de-final (1ª e 2ª mãos)

FC Porto - Marítimo: 3-1 / 1-1

Salgueiros - Barreirense: 0-1 / 0-3

Benfica - Académica: 1-0 / 2-0

V. Setúbal - Sporting: 1-1 / 0-2

Meias-finais (1ª e 2ª mãos)

Barreirense - Benfica: 1-0 / 0-3

Sporting - FC Porto: 2-2 / 0-3

Final

FC Porto - Benfica: 1-0


Data: 15 de Junho de 1958

Estádio: Estádio Nacional, em Lisboa

FC Porto: Pinho, Virgílio, António Barbosa, Sarmento, Miguel Arcanjo, Albano Sarmento, Carlos Duarte, Gastão, Osvaldo Silva, Hernâni, e Perdigão. Treinador: Otto Bumbel

Benfica: Bastos, Calado, Zezinho, Pegado, Serra, Mário João, Palmeiro Antunes, Coluna, José Águas, Azevedo, e José Maria Matos. Treinador: Otto Glória

Marcador: Hernâni

Um tento solitário de Hernâni sobre o velho rival de Lisboa deu aos portistas a segunda Taça de Portugal do seu historial

video
Vídeo: FC PORTO- BENFICA

  Clássicos do Futebol Português
(Jogos entre os Três Grandes - FC Porto, Benfica, e Sporting - na Taça de Portugal da época de 1957/58)

1ª mão das meias-finais

Sporting - FC Porto: 2-2
Data: 11 de maio de 1958
Estádio de Alvalade (Lisboa)
Árbitro: Manuel Lousada (Santarém)

Sporting: Carlos Gomes, Caldeira, Galaz, Pacheco, Pérides, Osvaldinho, Hugo, Vasques, Vadinho, Travassos, e Martins. Treinador: Enrique Fernández

FC Porto: Pinho, Virgílio, Miguel Arcanjo, Barbosa, Pedroto, Sarmento, Carlos Duarte, Gastão, Perdigão, Hernâni, e Osvaldo Silva. Treinador: Otto Bumbel

Golos: 1-0 (Martins, aos 22m), 1-1 (Hernâni, aos 48m), 1-2 (Carlos Duarte, aos 58m), 2-2 (Martins, aos 82m)


2ª mão das meias-finais

FC Porto - Sporting: 3-0
Data: 18 de maio de 1958
Estádio das Antas (Porto)
Árbitro: Álvaro Rodrigues (Coimbra)

FC Porto: Pinho, Virgílio, Miguel Arcanjo, Barbosa, Pedroto, Sarmento, Carlos Duarte, Gastão, Perdigão, Hernâni, e Osvaldo Silva. Treinador: Otto Bumbel

Sporting: Octávio de Sá, Caldeira, Galaz, Pacheco, Mendes, Osvaldinho, Hugo, Bispo, Vadinho, Travassos, e Martins. Treinador: Enrique Fernández

Golos: 1-0 (Hernâni, aos 69m), 2-0 (Osvaldo Silva, aos 70), 3-0 (Hernâni, aos 84m)

Nenhum comentário: