sexta-feira, janeiro 06, 2012

Eurotaças em números (38)...

LIGA DOS CAMPEÕES

Época 1992/93

Pré-Eliminatória (1ª e 2ª mãos)


Shelbourne (Rep.Irlanda) - Tavria Simferopol (Ucrânia): 0-0/1-2

Valletta FC (Malta) - Maccabi Tel-Aviv (Israel): 1-2/0-1

KÍ (Ilhas Faroe) - Skonto Riga (Letónia): 1-3/0-3

Olimpija Ljubljana (Eslovénia) - Norma Tallinn (Estónia): 3-0/2-0

1ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

Milan (Itália) - Olimpija Ljubljana (Eslovénia): 4-0/3-0

Lech (Polónia) - Skonto Riga (Letónia): 2-0/0-0

PSV (Holanda) - Zalgiris Vilnius (Lituânia): 6-0/2-0

Barcelona (Espanha) - Viking (Noruega): 1-0/0-0

Kuusysi Lahti (Finlândia) - Dinamo Bucareste (Roménia): 1-0/0-2

Rangers (Escócia) - Lyngby (Dinamarca): 2-0/1-0

Slovan Bratislava (Checoslováquia) - Ferencvaros (Hungria): 4-1/0-0

Áustria Viena (Áustria) - CSKA Sofia (Bulgária): 3-1/2-3

Sion (Suíça) - Tavria Simferopol (Ucrânia): 4-1/3-1

Union Luxembourg (Luxemburgo) - FC Porto (Portugal): 1-4/0-5 (Golos lusos: Semedo, Fernando Couto, Toni, Domingos/Kostadinov (2), Toni (2); Zé Carlos)

Vikingur (Islândia) - CSKA Moscovo (Rússia): 0-1/2-4

Maccabi Tel-Aviv (Israel) - Club Brugge (Bélgica): 0-1/0-3

AEK Atenas (Grécia) - Apoel (Chipre): 1-1/2-2 (AEK vence por golos fora)

IFK Gotemburgo (Suécia) - Besiktas (Turquia): 2-0/1-2

Glentoran (Irlanda do Norte) - Marselha (França): 0-5/0-3

Estugarda (Alemanha) - Leeds Utd. (Inglaterra): 3-0/1-4 (Leeds venceu por decisão da UEFA na sequência de uma irregularidade praticada pelos alemães)

2ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

IFK Gotemburgo (Suécia) - Lech (Polónia): 1-0/3-0

Rangers (Escócia) - Leeds Utd. (Inglaterra): 2-1/2-1

Slovan Bratislava (Checoslováquia) - Milan (Itália): 0-1/0-4

Dinamo Bucareste (Roménia) - Marselha (França): 0-0/0-2

Club Brugge (Bélgica) - Áustria Viena (Áustria): 2-0/1-3 (Brugge vence por golos fora)

Sion (Suíça) - FC Porto (Portugal): 2-2/0-4 (Golos lusos: Semedo, Fernando Couto/Jorge Couto, Domingos, Kostadinov, Jaime Magalhães)

AEK Atenas (Grécia) - PSV (Holanda): 1-0/0-3

CSKA Moscovo (Rússia) - Barcelona (Espanha): 1-1/3-2

Fase de grupos

Grupo A


Rangers (Escócia) - Marselha (França): 2-2

Club Brugge (Bélgica) - CSKA Moscovo (Rússia): 1-0

Marselha (França) - Club Brugge (Bélgica): 3-0

CSKA Moscovo (Rússia) - Rangers (Escócia): 0-1

CSKA Moscovo (Rússia) - Marselha (França): 1-1

Club Brugge (Bélgica) - Rangers (Escócia): 1-1

Marselha (França) - CSKA Moscovo (Rússia): 6-0

Rangers (Escócia) - Club Brugge (Bélgica): 2-1

Marselha (França) - Rangers (Escócia): 1-1

CSKA Moscovo (Rússia) - Club Brugge (Bélgica): 1-2

Club Brugge (Bélgica) - Marselha (França): 0-1

Rangers (Escócia) - CSKA Moscovo (Rússia): 0-0

Classificação

1- Marselha (França): 9 pontos
2- Rangers (Escócia): 8 pontos
3- Club Brugge (Bélgica): 5 pontos
4- CSKA Moscovo (Rússia): 2 pontos

(Marselha qualificou-se para a final)

Grupo B

Milan (Itália) - IFK Gotemburgo (Suécia): 4-0

FC Porto (Portugal) - PSV (Holanda): 2-2 (Golos lusos: Jaime Magalhães, Zé Carlos)

IFK Gotemburgo (Suécia) - FC Porto (Portugal): 1-0

PSV (Holanda) - Milan (Itália): 1-2

PSV (Holanda) - IFK Gotemburgo (Suécia): 1-3

FC Porto (Portugal) - Milan (Itália): 0-1

IFK Gotemburgo (Suécia) - PSV (Holanda): 3-0

Milan (Itália) - FC Porto (Portugal): 1-0

IFK Gotemburgo (Suécia) - Milan (Itália): 0-1

PSV (Holanda) - FC Porto (Portugal): 0-1 (Golo luso: Zé Carlos)

Milan (Itália) - PSV (Holanda): 2-0

FC Porto (Portugal) - IFK Gotemburgo (Suécia): 2-0 (Golos lusos: Zé Carlos, Timofte)

Classificação

1- Milan (Itália): 12 pontos
2- IFK Gotemburgo (Suécia): 6 pontos
3- FC Porto (Portugal): 5 pontos
4- PSV (Holanda): 1 ponto

(Milan qualificou-se para a final)

Final

Marselha (França) - Milan (Itália): 1-0


Data: 26 de maio de 1993

Estádio: Olimpico de Munique (Alemanha)

Árbitro: Kurt Rothlisberger (Suíça)

Marselha: Barthez; Angloma (Durand, aos 61m), Di Meco, Boli, Sauzee, Desailly, Eydelie, Boksic, Voller (Thomas, aos 78m), Pele, Deschamps. Treinador: Raymond Goethals

Milan: Rossi; Tassotti, Maldini, Albertini, Costacurta, Baresi, Lentini, Rijkaard, Van Basten (Eranio, aos 86m), Donadoni (Papin, aos 55m), Massaro. Treinador: Fabio Capello

Golo: 1-0 (Boli, aos 44m)E assim, em 92/93, nascia a Liga dos Campeões, uma competição que veio revolucionar por completo o futebol europeu... e mundial, já que com o passar dos anos se tornou na competição de clubes mais prestigiada e consequentemente atrativa do planeta. Mais jogos de futebol, mais espetáculos... e mais mediatismo, e a juntar a isto os aliciantes prémios monetários que cada equipa participante na fase de grupos amealhava por cada ponto conquistado. E na primeira edição da "Champions" o futebol francês estreava-se a vencer uma prova europeia! Ao fim de 38 anos de eurotaças os inventores destas competições inscreviam o seu nome no livro de ouro da História do futebol continental pela mão do Marselha. Porém esta vitória ficaria manchada pelo escândalo de combinação de resultados entre marselheses e moscovitas no duelo da fase de grupos que colocou frente a frente Marselha e CSKA, tendo os primeiros vencido por expressivos 6-0. Um resultado combinado como ficaria provado, tendo a UEFA punido o clube do milionário Bernard Tapie com um ano de suspensão das provas europeias e retirado a possibilidade ao clube francês de disputar a Supertaça Europeia e a Taça Intercontinental, sendo substituido nestas duas competições pelo vice campeão da Europa, o Milan.

HINO DA LIGA DOS CAMPEÕES



video

Vídeo: MARSELHA - MILAN

video

Melhor marcador:Romário (PSV): 7 golos

TAÇA DAS TAÇAS

Época 1992/93

Pré-Eliminatória (1ª e 2ª mãos)


Maribor Branik (Eslovénia) - Hamrun (Malta): 4-0/1-2

Stromsgodset (Noruega) - Hapoel Petach-Tikva (Israel): 0-2/0-2

Vaduz (Liechtenstein) - Chernomorets Odessa (Ucrânia): 0-5/1-7

Avenir Beggen (Luxemburgo) - B36 Tórshavn (Ilhas Faroe): 1-0/1-1

1ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

Miedz Legnica (Polónia) - Mónaco (França): 0-1/0-0

Trabzonspor (Turquia) - TPS Turku (Finlândia): 2-0/2-2

Bohemians (Rep.Irlanda) - Steaua (Roménia): 0-0/0-4

Olympiakos (Grécia) - Chernomorets Odessa (Ucrânia): 0-1/3-0

Valur (Islândia) - Boavista (Portugal): 0-0/0-3 (Golos lusos: Marlon Brandão (2), Ricky)

Airdrie (Escócia) - Sparta Praga (Checoslováquia): 0-1/1-2

Glenavon (Irlanda do Norte) - Royal Antuérpia (Bélgica): 1-1/1-1 (Antuérpia vence nos penaltis)

Cardiff City (País de Gales) - Admira Wacker (Áustria): 1-1/0-2

Parma (Itália) - Ujpest (Hungria): 1-0/1-1

AIK (Suécia) - Aarhus (Dinamarca): 3-3/1-1 (Aarhus vence por golos fora)

Spartak Moscovo (Rússia) - Avenir Beggen (Luxemburgo): 0-0/5-1

Liverpool (Inglaterra) - Apollon Limassol (Chipre): 6-1/2-1

Levski (Bulgária) - Lucerna (Suíça): 2-1/0-1 (Lucerna vence por golos fora)

Maribor Branik (Eslovénia) - Atlético Madrid (Espanha): 0-3/1-6

Feyenoord (Holanda) - Hapoel Petach-Tikva (Israel): 1-0/1-2 (Feyenoord vence por golos fora)

Werder Bremen (Alemanha) - Hannover 96 (Alemanha): 3-1/1-2

2ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

Lucerna (Suíça) - Feyenoord (Holanda): 1-0/1-4

Mónaco (França) - Olympiakos (Grécia): 0-1/0-0

Aarhus (Dinamarca) - Steaua (Roménia): 3-2/1-2 (Steaua vence por golos fora)

Trabzonspor (Turquia) - Atlético Madrid (Espanha): 0-2/0-0

Admira Wacker (Áustria) - Royal Antuérpia (Bélgica): 2-4/4-3

Spartak Moscovo (Rússia) - Liverpool (Inglaterra): 4-2/2-0

Werder Bremen (Alemanha) - Sparta Praga (Checoslováquia): 2-3/0-1

Parma (Itália) - Boavista (Portugal): 0-0/2-0

Quartos-de-final (1ª e 2ª mãos)

Sparta Praga (Checoslováquia) - Parma (Itália): 0-0/0-2

Olympiakos (Grécia) - Atlético Madrid (Espanha): 1-1/1-3

Royal Antuérpia (Bélgica) - Steaua (Roménia): 0-0/1-1 (Antuérpia vence por golos fora)

Feyenoord (Holanda) - Spartak Moscovo (Rússia): 0-1/1-3

Meias-finais (1ª e 2ª mãos)

Atlético Madrid (Espanha) - Parma (Itália): 1-2/1-0 (Parama vence por golos fora)

Spartak Moscovo (Rússia) - Royal Antuérpia (Bélgica): 1-0/1-3

Final

Parma (Itália) - Royal Antuérpia (Bélgica): 3-1


Data: 12 de maio de 1993

Estádio: Wembley, em Londres (Inglaterra)

Árbitro: Karl-Josef Assenmacher (Alemanha)

Parma: Ballotta; Benarrivo, Di Chiara, Minotti, Apolloni, Grun, Melli, Zoratto (Pin, aos 26m), Osio (Pizzi, aos 75m), Cuoghi, Brolin. Treinador: Nevio Scala

Royal Antuérpia: Stojanovic; Kiekens, Broeckaert, Taeymans, Smidts, Jakovljevic (Van Veirdeghem, aos 51m), Van Rethy, Segers (Moukrim, aos 85m), Severeyns, Lehnhoff, Czerniatynski. Treinador: Walter Meeuws

Golos: 1-0 (Minotti, aos 9m), 1-1 (Severeyns, aos 11m), 2-1 (Melli, aos 30m), 3-1 (Cuoghi, aos 84m)O futebol apresentava-se cada vez mais perante a sociedade global como um negócio. Grandes grupos empresariais e/ou multimilionários a título individual começavama investir fortunas em diversos clubes europeus. Foi o caso da multinacional italiana Parmalat que nos inícios da década de 90 tornou-se na principal acionista do Parma, um até então modesto clube completamente desconhecido a nível internacional. Com os dinheiros da Parmalat o Parma colecionou uma série de títulos a nível nacional e internacional durante esta década. A TVT seria o primeiro capítulo glorioso a nível europeu deste pequeno grande clube.

Vídeo: PARMA - ROYAL ANTUÉRPIA


video


Melhor marcador:Alex Czerniatynski (Royal Antuérpia): 7 golos

TAÇA UEFA

1ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

Hibernian (Escócia) - Anderlecht (Bélgica): 2-2/1-1 (Anderlecht vence por golos fora)

Vídeo: VALÊNCIA - NAPÓLES
video
Valência (Espanha) - Nápoles (Itália): 1-5/0-1

Vitesse (Holanda) - Derry City (Rep.Irlanda): 3-0/2-1

Neuchâtel Xamax (Suíça) - BK Frem (Dinamarca): 2-2/1-4

Casino Salzburg (Áustria) - Ajax (Holanda): 0-3/1-3

Vídeo: VITÓRIA GUIMARÃES - REAL SOCIEDAD
video
Vitória Guimarães (Portugal) - Real Sociedad (Espanha): 3-0/0-2 (Golos lusos: Dane (2), Pedro Barbosa)

Sheffield Wednesday (Inglaterra) - Spora Luxembourg (Luxemburgo): 8-1/2-1

Paris Saint-Germain (França) - PAOK (Grécia): 2-0/3-0

Malines (Bélgica) - Orebro (Suécia): 2-1/0-0

Caen (França) - Real Zaragoza (Espanha): 3-2/0-2

Vác (Hungria) - Groningen (Holanda): 1-0/1-1

Fram (Islândia) - Kaiserslautern (Alemanha): 0-3/0-4

Manchester Utd. (Inglaterra) - Torpedo Moscovo (Rússia): 0-0/0-0 (Torpedo vence nos penaltis)

Colónia (Alemanha) - Celtic (Escócia): 2-0/0-3

Standard Liège (Bélgica) - Portadown (Irlanda do Norte): 5-0/0-0

FC Copenhaga (Dinamarca) - MP (Finlândia): 5-0/5-1

Lodz (Polónia) - Eintracht Frankfurt (Alemanha): 2-2/0-9

IFK Norrkoping (Suécia) - Torino (Itália): 1-0/0-3

Slavia Praga (Checoslováquia) - Hearts (Escócia): 1-0/2-4

Dinamo Moscovo (Rússia) - Rosenborg (Noruega): 5-1/0-2

Juventus (Itália) - Anorthosis Famagusta (Chipre): 6-1/4-0

Vídeo: AUXERRE - LOKOMOTIV PLOVDIV
video
Lokomotiv Plovdiv (Bulgária) - Auxerre (França): 2-2/1-7

Dynamo Kiev (Ucrânia) - Rapid Viena (Áustria): 1-0/2-3 (Dynamo vence por golos fora)

Electroputere Craiova (Roménia) - Panathinaikos (Grécia): 0-6/0-4

Benfica (Portugal) - Belvedur Izola (Eslovénia): 3-0/5-0 (Golos lusos: Vítor Paneira (2), William/Pacheco (3), João Vieira Pinto, César Brito)

Wacker Innsbruck (Áustria) - Roma (Itália): 1-4/0-1

Sigma Olomouc (Checoslováquia) - Universitatea Craiova (Roménia): 1-0/2-1

Katowice (Polónia) - Galatasaray (Turquia): 0-0/1-2

Floriana (Malta) - Borussia Dortmund (Alemanha): 0-1/2-7

Politehnica Timisoara (Roménia) - Real Madrid (Espanha): 1-1/0-4

Fenerbahce (Turquia) - Botev Plovdiv (Bulgária): 3-1/2-2

Vídeo: GRASSHOPPER - SPORTING
video
Grasshopper (Suíça) - Sporting (Portugal): 1-2/3-1 (Golos lusos: Balakov, Juskowiak/Cadete)

2ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

Vídeo: VITÓRIA GUIMARÃES - AJAX
video
Vitória Guimarães (Portugal) - Ajax (Holanda): 0-3/1-2 (Golo luso: Alflen (p.b.))

Nápoles (Itália) - Paris Saint-Germain (França): 0-2/0-0

Kaiserslautern (Alemanha) - Sheffield Wednesday (Inglaterra): 3-1/2-2

BK Frem (Dinamarca) - Real Zaragoza (Espanha): 0-1/1-5

Borussia Dortmund (Alemanha) - Celtic (Escócia): 1-0/2-1

Vídeo: VITESSE - MALINES
video
Vitesse (Holanda) - Malines (Bélgica): 1-0/1-0

Roma (Itália) - Grasshopper (Suíça): 3-0/3-4

Fenerbahce (Turquia) - Sigma Olomouc (Checoslováquia): 1-0/1-7

Eintracht Frankfurt (Alemanha) - Galatasaray (Turquia): 0-0/0-1

Torino (Itália) - Dinamo Moscovo (Rússia): 1-2/0-0

Benfica (Portugal) - Vác (Hungria): 5-1/1-0 (Golos lusos: Isaías (2), Yuran, Pacheco, William/Schwarz)

Anderlecht (Bélgica) - Dynamo Kiev (Ucrânia): 4-2/3-0

Panathinaikos (Grécia) - Juventus (Itália): 0-1/0-0

Hearts (Escócia) - Standard Liège (Bélgica): 0-1/0-1

Auxerre (França) - FC Copenhaga (Dinamarca): 5-0/2-0

Real Madrid (Espanha) - Torpedo Moscovo (Rússia): 5-2/2-3

Oitavos-de-final (1ª e 2ª mãos)

Ajax (Holanda) - Kaiserslautern (Alemanha): 2-0/1-0

Borussia Dortmund (Alemanha) - Real Zaragoza (Espanha): 3-1/1-2

Paris Saint-Germain (França) - Anderlecht (Bélgica): 0-0/1-1 (Paris vence por golos fora)

Vídeo: STANDARD LIÈGE - AUXERRE
video

Vídeo: AUXERRE - STANDARD LIÈGE
video
Standard Liège (Bélgica) - Auxerre (França): 2-2/1-2

Dinamo Moscovo (Rússia) - Benfica (Portugal): 2-2/0-2 (Golos lusos: Isaías (2)/Isaías, Yuran)

Roma (Itália) - Galatasaray (Turquia): 3-1/2-3

Vídeo: VITESSE - REAL MADRID
video

Vídeo: REAL MADRID - VITESSE
video
Vitesse (Holanda) - Real Madrid (Espanha): 0-1/0-1

Sigma Olomouc (Checoslováquia) - Juventus (Itália): 1-2/0-5

Quartos-de-final (1ª e 2ª mãos)

Real Madrid (Espanha) - Paris Saint-Germain (França): 3-1/1-4

Roma (Itália) - Borussia Dortmund (Alemanha): 1-0/0-2

Benfica (Portugal) - Juventus (Itália): 2-1/0-3 (Golos lusos: Vítor Paneira (2))

Vídeo: AJAX - AUXERRE
video
Auxerre (França) - Ajax (Holanda): 4-2/0-1

Meias-finais (1ª e 2ª mãos)

Juventus (Itália) - Paris Saint-Germain (França): 2-1/1-0

Vídeo: BORUSSIA DORTMUND - AUXERRE
video

Vídeo: AUXERRE - BORUSSIA DORTMUND
video
Borussia Dortmund (Alemanha) - Auxerre (França): 2-0/0-2 (Dortmund vence nos penaltis)

Final (1ª mão)

Borussia Dortmund (Alemanha) - Juventus (Itália): 1-3


Data: 5 de maio de 1993

Estádio: Westfalenstadion, em Dortmund (Alemanha)

Árbitro: Sándor Puhl (Hungria)

Borussia Dortmund: Klos, Reinhardt, Franck (Mill, aos 46m), Schmidt, Grauer, Lusch, Reuter, Zorc (Karl, aos 70m), Chapuisat, Rummenigge, Poschner. Treinador: Ottmar Hitzfeld

Juventus: Peruzzi, Carrera, De Marchi, D.Baggio, Kohler, Júlio César, Conte, Marocchi, Vialli, R.Baggio (Di Canio, aos 76m), Moller (Galia, aos 88m). Treinador: Giovanni Trapattoni

Golos: 1-0 (Rummenigge, aos 2m), 1-1 (D.Baggio, aos 26m), 2-1 (R.Baggio, aos 31m), 3-1 (R.Baggio, aos 74m)

Vídeo: BORUSSIA DORTMUND - JUVENTUS


video


Final (2ª mão)

Juventus (Itália) - Borussia Dortmund (Alemanha): 3-0


Data: 19 de maio de 1993

Estádio: Delle Alpi, em Turim (Itália)

Árbitro: John Blankenstein (Holanda)

Juventus: Peruzzi, Carrera, Torricelli (Di Canio 66), De Marchi, Kohler,Júlio César, Galia, D.Baggio, Vialli (Ravanelli 80), R.Baggio, Moller. Treinador: Giovanni Trapattoni

Borussia Dortmund: Klos, Reinhardt, Schmidt, Schulz, Zelic, Paschner, Reuter (Lusch, aos 65m), Karl, Sippel, Rummenigge (Franck, aos 44m), Mill. Treinador: Ottmar Hitzfeld

Golos: 1-0 (D.Baggio, aos 5m), 2-0 (D.Baggio, aos 43m), 3-0 (Moller, aos 65m)Orientada pela velha raposa do futebol Giovanni Trapattoni a Juventus conquistava em 93 a sua terceira Taça UEFA à custa de um Borussia Dortmund que quatro anos mais iria vingar-se da Vecchia Signora num outro duelo decisio entre as duas equipas. Esta época de 1992/93 é ainda assinalada pela entrada de novos países na UEFA, as novas nações descendentes da antiga União Soviética e da Jugoslávia. Novidade também o facto de pela primeira vez os clubes alemães terem competido já sob os desígnios de uma Alemanha unificada após a queda do Muro de Berlim.

Vídeo: JUVENTUS - BORUSSIA DORTMUND


video


Melhor marcador:Gérald Baticle (Auxerre): 8 golos

SUPERTAÇA EUROPEIA

Época 1992/93

1ª mão

Parma (Itália) - Milan (Itália): 0-1


Data: 12 de janeiro de 1994

Estádio: Ennio Tardini, em Parma (Itália)

Parma: Ballotta; Balleri, Benarrivo (Di Chiara, aos 77m), Minotti, Apolloni, Sensini, Brolin, Pin, Crippa, Zola, Asprilla

Milan: Rossi; Tassotti, Maldini, Albertini (Massaro, aos 70m), Costacurta, Baresi, Eranio, Desailly, Papin, Savicevic (Panucci, aos 87m), Donadoni

Golo: 0-1 (Papin, aos 43m)

2ª mão

Milan (Itália) - Parma (Itália): 0-2


Data: 2 de fevereiro de 1994

Estádio: San Siro, em Milão (Itália)

Milan: Rossi; Panucci, Maldini, Albertini (Lentini, aos 64m), Costacurta, Baresi, Laudrup (Carbone, aos 76m), Desailly, Papin, Donadoni, Massaro

Parma: Ballotta; Benarrivo, Di Chiara, Minotti, Matrecano, Sensini, Brolin, Pin, Crippa, Zola (Zoratto, aos 104m), Asprilla

Golos: 0-1 (Sensini, aos 23m), 0-2 (Crippa, aos 95m)No curto espaço de oito meses a pequena e pacata cidade de Parma, no norte de Itália, recebia o seu segundo troféu europeu após um emotivo duelo entre a equipa local com os conterrâneos do Milan.

Vídeo: MILAN - PARMA


video

Nenhum comentário: