terça-feira, janeiro 03, 2012

Eurotaças em números (34)...

TAÇA DOS CAMPEÕES EUROPEUS

Época 1988/89

1ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)


FC Porto (Portugal) - HJK Helsínquia (Finlândia): 3-0/0-2 (Golos lusos: Madjer, Sousa, Rui Águas)

Gornik (Polónia) - Jeunesse Esch (Luxemburgo): 3-0/4-1

Real Madrid (Espanha) - Moss (Noruega): 3-0/1-0

Honved (Hungria) - Celtic (Escócia): 1-0/0-4

Dynamo Berlim (Alemanha Oriental) - Werder Bremen (Alemanha Ocidental): 3-0/0-5

Vitosha (Bulgária) - Milan (Itália): 0-2/2-5

Dundalk (Rep.Irlanda) - Estrela Vermelha (Jugoslávia): 0-5/0-3

Hamrun (Malta) - 17 Nentori Tirana (Albânia): 2-1/0-2

Pezoporikos Larnaca (Chipre) - IFK Gotemburgo (Suécia): 1-2/1-5

Sparta Praga (Checoslováquia) - Steaua (Roménia): 1-5/2-2

Spartak Moscovo (União Soviética) - Glentoran (Irlanda do Norte): 2-0/1-1

Club Brugge (Bélgica) - Brondby (Dinamarca): 1-0/1-2 (Club Brugge vence por golos fora)

Valur (Islândia) - Mónaco (França): 1-0/0-2

Larissa (Grécia) - Neuchâtel Xamax (Suíça): 2-1/1-2 (Neuchâtel vence nos penaltis)

Rapid Viena (Áustria) - Galatasaray (Turquia): 2-1/0-2

Isento: PSV (Holanda)

2ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

PSV (Holanda) - FC Porto (Portugal): 5-0/0-2 (Golos lusos: Rui Águas, Domingos)

Gornik (Polónia) - Real Madrid (Espanha): 0-1/2-3

Celtic (Escócia) - Werder Bremen (Alemanha Ocidental): 0-1/0-0

17 Nentori Tirana (Albânia) - IFK Gotemburgo (Suécia): 0-3/0-1

Steaua (Roménia) - Spartak Moscovo (União Soviética): 3-0/2-1

Club Brugge (Bélgica) - Mónaco (França): 1-0/1-6

Neuchâtel Xamax (Suíça) - Galatasaray (Turquia): 3-0/0-5

Quartos-de-final (1ª e 2ª mãos)

PSV (Holanda) - Real Madrid (Espanha): 1-1/1-2

Werder Bremen (Alemanha Ocidental) - Milan (Itália): 0-0/0-1

IFK Gotemburgo (Suécia) - Steaua (Roménia): 1-0/1-5

Mónaco (França) - Galatasaray (Turquia): 0-1/1-1

Meias-finais (1ª e 2ª mãos)

Real Madrid (Espanha) - Milan (Itália): 1-1/0-5

Steaua (Roménia) - Galatasaray (Turquia): 4-0/1-1

Final

Milan (Itália) - Steaua (Roménia): 4-0


Data: 24 de maio de 1989

Estádio: Camp Nou, em Barcelona (Espanha)

Árbitro: Karl-Heinz Tritschler (Alemanha Ocidental)

Milan: Giovanni Galli, Mauro Tassotti, Paolo Maldini, Angelo Colombo, Alessandro Costacurta (Filippo Galli, aos 74m), Franco Baresi, Roberto Donadoni, Frank Rijkaard, Marco van Basten, Ruud Gullit (Pietro Paolo Virdis, aos 60m), Carlo Ancelotti. Treinador: Arrigo Sacchi

Steaua: Silviu Lung, Dan Petrescu, Nicolae Ungureanu, Adrian Bumbescu, Tudorel Stoica, Ştefan Iovan, Marius Lăcătuş, Daniel Minea, Victor Piţurcă, Gheorghe Hagi, Iosif Rotariu (Gavril Balint, aos 46m). Treinador: Anghel Iordănescu

Golos: 1-0 (Gullit, aos 18m), 2-0 (Van Basten, aos 27m), 3-0 (Gullit, aos 39m), 4-0 (Van Basten, aos 47m) Reconstruido pelo milionário italiano Silvio Berlusconi o Milan dava início em 89 à supremacia que viria a ter sobre o futebol europeu nos anos seguintes à reconquista da TCE. Comandada pelo temível trio holandês composto por Van Basten, Gullit e Rijkaard a formação italiana iria torna-se no clube mais vitorioso a nível internacional da década de 90, vindo a conquistar mais duas TCE, três supertaças europeias, e duas Taças Intercontinentais!

Vídeo: MILAN - STEAUA


video


Melhor marcador:Van Basten (Milan): 10 golos

TAÇA DAS TAÇAS

Época 1988/89

Pré-Eliminatória (1ª e 2ª mãos)


Békéscsabai ESSC (Hungria) - Bryne (Noruega): 3-0/1-2

1ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

Derry City (Rep.Irlanda) - Cardiff City (País de Gales): 0-0/0-4

Glenavon (Irlanda do Norte) - Aarhus (Dinamarca): 1-4/1-3

Fram (Islândia) - Barcelona (Espanha): 0-2/0-5

Flamurtari (Albânia) - Lech (Polónia): 2-3/0-1

Inter Bratislava (Checoslováquia) - CFKA Sredets Sofia (Bulgária): 2-3/0-5

Omonia (Chipre) - Panathinaikos (Grécia): 0-1/0-2

Roda (Holanda) - Vitória Guimarães (Portugal): 2-0/0-1 (Golo luso: Roldão)

Borac Banja Luka (Jugoslávia) - Metalist Kharkiv (União Soviética): 2-0/0-4

Grasshopper (Suíça) - Eintracht Frankfurt (Alemanha Ocidental): 0-0/0-1

Sakaryaspor (Turquia) - Békéscsabai ESSC (Hungria): 2-0/0-1

Malines (Bélgica) - Avenir Beggen (Luxemburgo): 5-0/3-1

Metz (França) - Anderlecht (Bélgica): 1-3/0-2

Floriana (Malta) - Dundee Utd. (Escócia): 0-0/0-1

Dinamo Bucareste (Roménia) - Kuusysi Lahti (Finlândia): 3-0/3-0

Carl Zeiss Jena (Alemanha Oriental) - Kremser (Áustria): 5-0/0-1

IFK Norrkoping (Suécia) - Sampdoria (Itália): 2-1/0-2

2ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

Cardiff City (País de Gales) - Aarhus (Dinamarca): 1-2/0-4

Barcelona (Espanha) - Lech (Polónia): 1-1/1-1 (Barcelona vence nos penaltis)

CFKA Sredets Sofia (Bulgária) - Panathinaikos (Grécia): 2-0/1-0

Roda (Holanda) - Metalist Kharkiv (União Soviética): 1-0/0-0

Eintracht Frankfurt (Alemanha Ocidental) - Sakaryaspor (Turquia): 3-1/3-0

Vídeo: MALINES - ANDERLECHT
video
Malines (Bélgica) - Anderlecht (Bélgica): 1-0/2-0

Dundee Utd. (Escócia) - Dinamo Bucareste (Roménia): 0-1/1-1

Carl Zeiss Jena (Alemanha Oriental) - Sampdoria (Itália): 1-1/1-3

Quartos-de-final (1ª e 2ª mãos)

Aarhus (Dinamarca) - Barcelona (Espanha): 0-1/0-0

CFKA Sredets Sofia (Bulgária) - Roda (Holanda): 2-1/1-2 (CFKA vence nos penaltis)

Eintracht Frankfurt (Alemanha Ocidental) - Malines (Bélgica): 0-0/0-1

Dinamo Bucareste (Roménia) - Sampdoria (Itália): 1-1/0-0 (Sampdoria vence por golos fora)

Meias-finais (1ª e 2ª mãos)

Barcelona (Espanha) - CFKA Sredets Sofia (Bulgária): 4-2/2-1

Vídeo: MALINES -SAMPDORIA
video
Malines (Bélgica) - Sampdoria (Itália): 2-1/0-3

Final

Barcelona (Espanha) - Sampdoria (Itália): 2-0


Data: 10 de maio de 1989

Estádio: Wankdorf, em Berna (Suíça)

Árbitro: George Courtney (Inglaterra)

Barcelona: Zubizarreta; Aliosio, Alesanco, Urbano; Milla (Soler, aos 61m), Amor, Eusebio, Roberto; Lineker, Salinas, Bequiristain (Recarte, aos 74m). Treinador: Johan Cruyff

Sampdoria: Pagliuca; L.Pelligrini (Bonomi, aos 49m), Mannini (S.Pellegrini, aos 27m), Lanna, Salsano; Pari, Victor, Cerezo, Dossena; Vialli, Mancini. Treinador: Vujadin Boskov

Golos: 1-0 (Salinas, aos 4m), 2-0 (Recarte, aos 79m)Liderado tecnicamente pela sua antiga estrela Johan Cruyff o Barcelona vencia em 89 a sua terceira TVT, tornado-se desde logo no clube mais vitorioso desta competição. Mais do que isso estava a nascer o "dream team" que Cruyff construiu durante o seu reinado de treinador na Cidade Condal e que teria o seu capítulo mais empolgante três anos mais tarde, altura em que pela primeira vez o colosso catalão venceria a tão ambicionada TCE.

                                                       Vídeo: BARCELONA - SAMPDORIA


video

Melhor marcador:Stoichkov (CFKA Sredets Sofia): 7 golos

TAÇA UEFA

Época 1988/89

1ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)


Estugarda (Alemanha Ocidental) - Tatabánya (Hungria): 2-0/1-2

Royal Antuérpia (Bélgica) - Colónia (Alemanha Ocidental): 2-4/1-2

Bayern (Alemanha Ocidental) - Legia (Polónia): 3-1/7-3

Vídeo: BAYER - BELENENSES
video
Bayer (Alemanha Ocidental) - Belenenses (Portugal): 0-1/0-1 (Golos lusos: Mladenov/Adão)

Vídeo: NUREMBERGA - ROMA
video
Roma (Itália) - Nuremberga (Alemanha Ocidental): 1-2/3-1

Groningen (Holanda) - Atlético Madrid (Espanha): 1-0/1-2 (Groningen vence por golos fora)

Aarau (Suíça) - Lokomotive Leipzig (Alemanha Oriental): 0-3/0-4

St.Patrick's Athletic (Rep.Irlanda) - Hearts (Escócia): 0-2/0-2

Zalgiris Vilnius (União Soviética) - Áustria Viena (Áustria): 2-0/2-5

Vídeo: SPORTING - AJAX
video

Vídeo: AJAX - SPORTING 
video
Sporting (Portugal) - Ajax (Holanda): 4-2/2-1 (Golos lusos: Oceano, Cascavel, João Luís, Litos/Silas, Maside)

Vídeo: REAL SOCIEDAD - DUKLA PRAGA
video

Vídeo: DUKLA PRAGA - REAL SOCIEDAD
video
Real Sociedad (Espanha) - Dukla Praga (Checoslováquia): 2-1/2-3 (Real Sociedad vence por golos fora)

Union Luxembourg (Luxemburgo) - FC Liège (Bélgica): 1-7/0-4

Inter (Itália) - Brage (Suécia): 2-1/2-1

IA (Islândia) - Ujpest (Hungria): 0-0/1-2

Rangers (Escócia) - Katowice (Polónia): 1-0/4-2

Aberdeen (Escócia) - Dynamo Dresden (Alemanha Oriental): 0-0/0-2

Dnipro (União Soviética) - Bordéus (França): 1-1/1-2

Osters (Suécia) - Dunajská Streda (Checoslováquia): 2-0/0-6

Turun Palloseura (Finlândia) - Linfield (Irlanda do Norte): 0-0/1-1 (Turun vence por golos fora)
Molde (Noruega) - Waregem (Bélgica): 0-0/1-5

Malmo (Suécia) - Torpedo Moscovo (União Soviética): 2-0/1-2

First Viena (Áustria) - Ikast (Dinamarca): 1-0/1-2 (First vence por golos fora)

Otelul Galati (Roménia) - Juventus (Itália): 1-0/0-5

Velez Mostar (Jugoslávia) - Apoel (Chipre): 1-0/5-2

AEK Atenas (Grécia) - Athletic Bilbao (Espanha): 1-0/0-2

Montpellier (França) - Benfica (Portugal): 0-3/1-3 (Golos lusos: Hernãni, Abel, Valdo/Chalana, Ademir, Mozer)

Sliema Wanderers (Malta) - Victoria Bucareste (Roménia): 0-2/1-6

Nápoles (Itália) - PAOK (Grécia): 1-0/1-1

Partizan (Jugoslávia) - Slavia Sofia (Bulgária): 5-0/5-0

Servette (Suíça) - Sturm Graz (Áustria): 1-0/0-0

Trakia Plovdiv (Bulgária) - Dinamo Minsk (União Soviética): 1-2/0-0

Besiktas (Turquia) - Dinamo Zagreb (Jugoslávia): 1-0/0-2

2ª Eliminatória (1ª e 2ª mãos)

Bayern (Alemanha Ocidental) - Dunajská Streda (Checoslováquia): 3-1/2-0

Colónia (Alemanha Ocidental) - Rangers (Escócia): 2-0/1-1

Dinamo Zagreb (Jugoslávia) - Estugarda (Alemanha Ocidental): 1-3/1-1

Vídeo: ROMA - PARTIZAN
video

Vídeo: PARTIZAN - ROMA
video
Partizan (Jugoslávia) - Roma (Itália): 4-2/0-2 (Roma vence por golos fora)

Vídeo: VELEZ MOSTAR - BELENENSES
video
Velez Mostar (Jugoslávia) - Belenenses (Portugal): 0-0/0-0 (Mostar vence nos penaltis)

Vídeo: SPORTING - REAL SOCIEDAD
video

Vídeo: REAL SOCIEDAD - SPORTING 
video
Sporting (Portugal) - Real Sociedad (Espanha): 1-2/0-0 (Golo luso: Cascavel)

Hearts (Escócia) - Áustria Viena (Áustria): 0-0/1-0

Lokomotive Leipzig (Alemanha Oriental) - Nápoles (Itália): 1-1/0-2

Ujpest (Hungria) - Bordéus (França): 0-1/0-1

Juventus (Itália) - Athletic Bilbao (Espanha): 5-1/2-3

Dynamo Dresden (Alemanha Oriental) - Waregem (Bélgica): 4-1/1-2

First Viena (Áustria) - Turun Palloseura (Finlândia): 2-1/0-1 (Turun vence por golos fora)

Malmo (Suécia) - Inter (Itália): 0-1/1-1

FC Liège (Bélgica) - Benfica (Portugal): 2-1/1-1 (Golos lusos: Chalana, Lima)

Groningen (Holanda) - Servette (Suíça): 2-0/1-1

Dinamo Minsk (União Soviética) - Victoria Bucareste (Roménia): 2-1/0-1 (Victoria vence por golos fora)

Oitavos-de-final (1ª e 2ª mãos)

Bayern (Alemanha Ocidental) - Inter (Itália): 0-2/3-1 (Bayern vence por golos fora)

Vídeo: REAL SOCIEDAD - COLÓNIA
video

Vídeo: COLÓNIA - REAL SOCIEDAD
video
Real Sociedad (Espanha) - Colónia (Alemanha Ocidental): 1-0/2-2

Groningen (Holanda) - Estugarda (Alemanha Ocidental): 1-3/0-2

Hearts (Escócia) - Velez Mostar (Jugoslávia): 3-0/1-2

Bordéus (França) - Nápoles (Itália): 0-1/0-0

Vídeo: DYNAMO DRESDEN - ROMA
video

Vídeo: ROMA - DYNAMO DRESDEN
video
Dynamo Dresden (Alemanha Oriental) - Roma (Itália): 2-0/2-0

FC Liège (Bélgica) - Juventus (Itália): 0-1/0-1

Victoria Bucareste (Roménia) - Turun Palloseura (Finlândia): 1-0/2-3 (Victoria vence por golos fora)

Quartos-de-final (1ª e 2ª mãos)

Vídeo: ESTUGARDA - REAL SOCIEDAD
video
Estugarda (Alemanha Ocidental) - Real Sociedad (Espanha): 1-0/0-1 (Estugarda vence nos penaltis)

Hearts (Escócia) - Bayern (Alemanha Ocidental): 1-0/0-2

Juventus (Itália) - Nápoles (Itália): 2-0/0-3

Victoria Bucareste (Roménia) - Dynamo Dresden (Alemanha Oriental): 1-1/0-4

Meias-finais (1ª e 2ª mãos)

Nápoles (Itália) - Bayern (Alemanha Ocidental): 2-0/2-2

Estugarda (Alemanha Ocidental) - Dynamo Dresden (Alemanha Oriental): 1-0/1-1

Final (1ª mão)

Nápoles (Itália) - Estugarda (Alemanha Ocidental): 2-1


Data: 3 de maio de 1989

Estádio: San Paolo, em Nápoles (Itália)

Árbitro: Gerasimos Germanakos (Grécia)

Nápoles: Giuliani; Renica, Ferrara, Francini, Corradini (Crippa, aos 46m); Alemao, Fusi, De Napoli; Careca, Maradona, Carnevale. Treinador: Ottavio Bianchi

Estugarda: Immel; Allgower, N.Schmaler, Hartmann, Buchwald; Schafer, Katanec, Sigurvinnson, Schroder; Walter (Zietsch, aos 70m), Gaudino. Treinador: Arie Haan

Golos: 0-1 (Gaudino, aos 17m), 1-1 (Maradona, aos 68m), 2-1 (Careca, aos 87m)

Vídeo: NÁPOLES - ESTUGARDA


                                    video

Final (2ª mão)

Estugarda (Alemanha Ocidental) - Nápoles (Itália): 3-3


Data: 17 de maio de 1989

Estádio: Neckarstadion, em Estugarda (Alemanha Ocidental)

Árbitro: Victoriano Sánchez Arminio (Espanha)

Estugarda: Immel; Allgower, N.Schmaler, Hartmann; Schafer, Katanec, Sigurvinnson, Schroder; Walter (O.Schmaler, aos 77m), Klinsmann, Gaudino. Treinador: Arie Haan

Nápoles: Giuliani; Renica, Ferrara, Francini, Corradini; Alemao(Carranante, aos 30m),Fusi, De Napoli; Careca (Bigliardi, aos 70m), Maradona, Carnevale. Treinador: Ottavio Bianchi

Golos: 0-1 (Alemão, aos 18m), 1-1 (Klinsmann, aos 27m), 1-2 (Ferrara, aos 39m), 1-3 (Careca, aos 62m), 2-3 (De Napoli (a.g.), aos 70m), 3-3 (O.Schmaler, aos 89m)Há quem diga que Deus foi jogador de futebol, e que o fez na pele de um pequeno argentino de seu nome Diego Armando Maradona. Para muitos simplesmente o maior jogador da história desta modalidade, um mágico com uma bola nos pés, um homem que fez de um modesto clube do sul de Itália, o Nápoles, um dos mais temidos emblemas do planeta da bola nos finais da década de 80 e principios da de 90. Praticamente sozinho guiou os napolitanos à conquista do seu único troféu europeu: a Taça UEFA.

Vídeo: ESTUGARDA - NÁPOLES


video

Melhor marcador:Gutschow (Dynamo Dresden): 7 golos

SUPERTAÇA EUROPEIA

Época 1988/89

1ª mão

Barcelona (Espanha) - Milan (Itália): 1-1


Data: 23 de novembro de 1989

Estádio: Camp Nou, em Barcelona (Espanha)

Barcelona: Zubizarreta; Aloisio, Koeman, Serna, Eusebio, Milia, Baquero, Amor, Laudrup, Salinas (Roberto, aos 65m), Beguiristain. Treinador: Johan Cruyff

Milan: Galli; Salvatore, Maldini, Fuser, Tassotti, Costacurta, Donadoni(Stroppa, aos 84m), Rijkaard, Van Basten, Evani, Massaro (Simone, aos 88m). Treinador: Arrigo Sacchi

Golos: 0-1 (Van Basten, aos 41m), 1-1 (Amor, aos 67m)

2ª mão

Milan (Itália) - Barcelona (Espanha): 1-0


Data: 7 de dezembro de 1989

Estádio: San Siro, em Milão (Itália)

Milan: Galli; Carobbi, Maldini, Fuser, Tassotti, Costacurta, Donadoni, Rijkaard, Van Basten, Evani, Massaro (Simone, aos 65m). Treinador: Arrigo Sacchi

Barcelona: Zubizarreta; Lopez Recarte (Onesimo, aos 74m), Alesanco, Milia, Serena, Roberto, Baquero, Jordi Roura (Soler, aos 10m), Eusebio, Salinas, Bequiristain. Treinador: Johan Cruyff

Golo: 1-0 (Evani, aos 55m)Duelo de gigantes para decidir quem ficava com a Supertaça alusiva à época de 88/89. O Milan de Sacchi levaria a melhor, conquistando desta forma pela primeira vez este troféu.

Nenhum comentário: