sábado, janeiro 05, 2008

A Bola de Ouro... e os seus vencedores

Instituída pela prestigiada revista francesa France Football em 1956, a Bola de Ouro é o prémio que anualmente é atribuído ao melhor futebolista a actuar no planeta da bola. Inicialmente o prémio era atribuído apenas a jogadores que actuassem em campeonatos da Europa e que tivessem nacionalidade europeia. As excepções à regra foram os argentinos Di Stéfano e Sivori, e o moçambicano Eusébio, jogadores que na altura em que venceram este importante galardão estavam já naturalizados europeus. Esta foi a principal, e única, razão pela qual jogadores excepcionais como Pelé, Garrincha, Zico, Romário, Maradona, Kempes, ou Francescoli nunca conquistaram o troféu. Até que em 1995 a France Football decidiu abrir as portas a qualquer futebolista europeu, ou não, que jogasse em clubes do Velho Continente. O primeiro não-europeu a vencer o prémio seria o liberiano George Weah. Em 2007 a famosa revista francesa decide que dali em diante o vencedor do prémio pode ser um futebolista que actue em qualquer parte do Mundo. Este prémio é o sonho de qualquer jogador do Mundo, já que ele segnifica precisamente ser-se considerado o... melhor jogador do planeta. O galardão é atribuído por 52 jornalistas europeus de países diferentes. A partir de 2010 a FIFA junta-se à France Football na atribuição do prémio para designar o melhor futebolista do ano civil. Algo que acontece até 2016, altura em que o galardão volta a ser da exclusiva responsabilidade da revista francesa, com a FIFA a criar o seu próprio prémio - Best FIFA Football Awards - para coroar o melhor jogador do ano. Desde 1956, ano em que o inglês Sir Stanley Matthews inaugurou a galeria dos vencedores, até à data muitos foram os craques que foram agraciados com este prestigiado e bonito troféu. O argentino Lionel Messi é o jogador com mais Bolas de Ouro guardadas na sua vitrina pessoal, cinco para sermos mais precisos! São dois os países com mais Bolas de Ouro arrecadadas por jogadores seus, mais precisamente a Alemanha e a Holanda, ambos com sete conquistas. O clube cujos seus jogadores mais troféus conseguiram é o Barcelona, com 13 conquistas. Portugal inscreveu por cinco vezes o seu nome na extensa e rica lista de vencedores, através de Eusébio (em 1965), Luís Figo (em 2000) e Cristiano Ronaldo (em 2008, 2013, 2014 e 2016). Seguidamente apresentamos os ilustres vencedores do não menos ilustre galardão. 
1956: MATTHEWS (Inglaterra/Blackpool)
1957: DI STÉFANO (Espanha/Real Madrid)
 1958: KOPA (França/Real Madrid)
1959: DI STÉFANO (Espanha/Real Madrid)
1960: SUÁREZ (Espanha/Barcelona)
1961: SIVORI (Itália/Juventus)
1962: MASOPUST (Checoslováquia/Dukla Praga)
 1963: YASHIN (URSS/Dynamo Moscovo)
 1964: LAW (Escócia/Manchester United)
1965: EUSÉBIO (Portugal/Benfica)1966: CHARLTON (Inglaterra/Manchester United)
1967: ALBERT (Hungria/Ferencvaros)  
1968: BEST (Irlanda do Norte/Manchester United)
                                                         1969: RIVERA (Itália/Milan)
 1970: MULLER (Alemanha/Bayern)
1971: CRUYFF (Holanda/Ajax)
 1972: BECKENBAUER (Alemanha/Bayern)
1973: CRUYFF (Holanda/Ajax/Barcelona)
 1974: CRUYFF (Holanda/Barcelona)
1975: BLOKHIN (URSS/Dynamo Kiev)
 1976: BECKENBAUER (Alemanha/Bayern)
1977: SIMONSEN (Dinamarca/Monchengladbach)
1978: KEEGAN (Inglaterra/Hamburgo)
1979: KEEGAN (Inglaterra/Hamburgo) 

1980: RUMMENIGGE (Alemanha/Bayern)
 1981: RUMMENIGGE (Alemanha/Bayern)
1982: ROSSI (Itália/Juventus)
1983: PLATINI (França/Juventus)
1984: PLATINI (França/Juventus)
 1985: PLATINI (França/Juventus)
1986: BELANOV (URSS/Dynamo Kiev)
1987: GULLIT (Holanda/PSV/Milan)
1988: VAN BASTEN (Holanda/Milan)
1989: VAN BASTEN (Holanda/Milan)
1990: MATTHAUS (Alemanha/Inter)
1991: PAPIN (França/Marselha)1992: VAN BASTEN (Holanda/Milan)
1993: BAGGIO (Itália/Juventus)
1994: STOITCHKOV (Bulgária/Barcelona)
1995: WEAH (Libéria/Milan)
1996: SAMMER (Alemanha/Borussia Dortmund)
1997: RONALDO (Brasil/Barcelona/Inter)
1998: ZIDANE (França/Juventus)
1999: RIVALDO (Brasil/Barcelona)
2000: FIGO (Portugal/Barcelona/Real Madrid)
2001: OWEN (Inglaterra/Liverpool)
2002: RONALDO (Brasil/Inter/Real Madrid)
2003: NEDVED (República Checa/Juventus)
2004: SHEVCHENKO (Ucrânia/Milan)2005: RONALDINHO (Brasil/Barcelona)
2006: CANNAVARO (Itália/Juventus/Real Madrid) 2007: KAKÁ (Brasil/Milan) 2008: CRISTIANO RONALDO (Portugal/Manchester United)
2009: MESSI (Argentina/Barcelona)
2010: MESSI (Argentina/Barcelona)2011: MESSI (Argentina/Barcelona)
2012: MESSI (Argentina/Barcelona) 
2013: CRISTIANO RONALDO (Portugal/Real Madrid)
2014: CRISTIANO RONALDO (Portugal/Real Madrid)
2015: MESSI (Argentina/Barcelona)
  2016: CRISTIANO RONALDO (Portugal/Real Madrid)

4 comentários:

João Pedro disse...

Como é que dois brasileiros que ganharam a bota de ouro, o Ronaldo e o Rivaldo, passado uns anos andam/andaram pelas ruas da amargura?!?!

Miguel Barros disse...

Outros tempos JP. A idade pesa a toda a gente...
Rivaldo e Ronaldo foram dois fenomenais jogadores de bola.

nlandjogabonito disse...

maradona e pelé n ganharam!?

Paulo Kapoco Sassole Kafueca Paulo disse...

Pois já estou a ver o Messi a leva a bola de Ouro de 2015