sábado, abril 08, 2006

Catedrais Históricas (1)...Estádio de Wembley



Mudando agora de secção deste Museu Virtual do Futebol vamos em direcção à "vitrina" das Catedrais Históricas, vulgo, dos grandes templos da bola, os estádios. E a primeira dessas grandes catedrais que hoje visitamos é talvez a maior delas todas, um local sagrado para os fãs do Desporto Rei, um local de culto, senhoras e senhoras é com enorme prazer que vos abro as portas do mítico Estádio de Wembley. Situado em Londres, o Wembley Stadium viveu ao longo da sua longa vida inúmeras, impolgantes e inesquéciveis tardes e noites de futebol. Inaugurado oficialmente a 23 de Abril de1923, Wembley é tido como o único e verdadeiro museu da longa e rica história do futebol britânico. Como dizem os filósofos da bola, existem poucos lugares que mereçam mais as palavras de local sagrado para um adepto de futebol do que o Estádio de Wembley. Para os intérpretes do jogo maravilhoso jogar em Wembley significava algo de muito especial: «o apogeu de ser um jogador de futebol era jogar debaixo das suas majestosas Torres Gêmeas». Para qualquer clube ou selecção do Mundo jogar no mítico estádio simbolizava estar mais perto de onde o Futebol havia sido inventado. Um dos grandes desgostos desportivos do Rei Pelé foi nunca ter jogado uma única vez naquele relvado.

Os sabores e os dissabores de Wembley

Como qualquer outro estádio do Mundo Wembley foi palco de grandes jogos que marcaram a história do futebol mundial. Muitas equipas e/ou selecções aqui festejaram efusivamente as suas conquistas, e muitas outras aqui choraram as suas derrotas. Desde já nos salta à memória o facto de Wembley ter sido anualmente o palco do dia de festa do futebol inglês, ou seja, a Final da Taça de Inglaterra (F.A. Cup). Dezenas e dezenas de emblemas britânicos tiveram em Wembley tardes ou noites de glória ao conquistar o mais antigo troféu do Mundo. Centenas de jogadores tiveram a honra de subir ao palanque da tribuna real do estádio para cumprimentar a Rainha de Inglaterra e das mãos desta receber a tão prestigiada e aptecível F.A. Cup. Mas não foram apenas Taças de Inglaterra a serem disputadas arduamente no relavo de Wembley, já que muitas outras finais aqui se disputaram. Finais europeias, quer ao nível de clubes, que ao nível de selecções tiveram aqui o seu palco. Mas aquela que ainda hoje está marcada na memória de todos os amantes do futebol, em especial dos ingleses, é a final do Campeonato do Mundo de 1966, realizado em terras de Sua Majestade, e que coroou a Inglaterra com o seu único título mundial até à data. 4-2, foi com este resultado que Bobby Moore, Bobby Charlton, Gordon Banks, Jack Charlton, Geoff Hurst, Ray Wilson, e outros mais, bateram a República Federal da Alemanha e se sagraram Campeões do Mundo pela Inglaterra. Sem dúvida alguma que esta foi a mais bela página escrita no grande livro que relata a história do futebol inglês. Mas não foram apenas vitórias saborosas que a Selecção Inglesa teve nesta sua casa, pois os pesadelos das derrotas também por aqui passaram para os ingleses. De destacar a humilhante derrota por 3-6 perante a mágica Hungria liderada pelo Major Galopante Ferenc Puskas, em 1953. Difícil de "engolir" foi igualmente a derrota inglesa perante a Alemanha nas meias-finais do Europeu de 1996, realizado em Inglaterra, na lotaria das grandes penalidades e que afastou os britânicos da final do seu Euro. Os velhos inimigos do norte, a Escócia, também já celebraram em Wembley uma histórica vitória sobre a selecção da casa, aliás foram os escoceses os primeiros na história a derrotar a Inglaterra em Wembley. Foi em 1928, e os ingleses levaram uma abada de 5-1 dos vizinhos do norte das Ilhas Britânicas.
A nível de taças Europeias a primeira grande final aconteceu em 1963, quando SL Benfica e AC Milan disputaram entre si a vitória da Taça dos Clubes Campeões Europeus dessa época. Venceu o Milan por 2-1, com dois golos do brasileiro Altafini. Wembley voltarei a não trazer sorte ao Benfica, já que em 1968 ai disputou a segunda final da máxima competição Europeia da história do recinto, tendo perdido por 1-4 para o Manchester United liderado por Bobby Charlton, Dennis Law e George Best. Em 1971 Wembley voltou a receber uma final da Taça dos Campeões, desta feita entre o Ajax de Amesterdão e o Panathinaikos de Atenas, tendo o triunfo sorrido aos holandeses por 2-0 . Em 1978 foi a vez do Liverpool erguer a Taça dos Campeões no mítico estádio, depois de bater na final o Club Brugge da Bélgica por 1-0. A última final da Taça dos Clubes Campeões Europeus ocorreu em 1992, numa altura em que a mais importante competição a nível de clubes do Mundo era já denominada Liga dos Campeões. Uma final disputada entre Barcelona e Sampdória, com o defesa holandês Ronald Koeman a fazer o tento solitário que deu a taça aos catalães. A extinta Taça dos Vencedores das Taças também aqui já foi disputada, tendo a primeira final sido disputada em 1965 entre os londrinos do West Ham United, liderados pelo seu eterno capitão Bobby Moore, e os alemães do TSV 1860 de Munique, tendo o triunfo sorrido aos homens que praticamente jogavam em casa, o West Ham, por 2-0.
Em 1993, os italianos do Parma e os belgas do Antuérpia discutiram o troféu no relvado dos sonhos, tendo a vitória sorrido ao Parma por 3-1. A nível de selecções já falámos do 4-2 da Inglaterra à R.F.A., na final do Mundial de 66, mas há mais. Em 1996, Wembley recebeu a final do Euro 96, tendo a Alemanha vingado a derrota de 30 anos atrás e conquistado o seu terceiro título europeu depois de bater a República Checa por 2-1, com um golo de ouro de Oliver Bierhoff. O torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de 1948 decorreram igualmente em Wembley. Sem dúvida que muita, mas mesmo muita, história aqui se passou.

O fim...e o novo Wembley

Em 2000 a Federação Inglesa (Football Association) resolveu remodelar o mítico estádio, torna-lo moderno e actual, digno de receber os grandes desafios do século XXI. Em 2003 o velhinho Wembley é então demolido e arrancam as obras para a reconstrução do estádio. Certos de que o novo Wembley irá ser palco de novos e grandes momentos da história do futebol, é no entanto com alguma saudade que hoje lembramos um pouco da longa história daquele que será sempre considerado como o santuário do futebol mundial, o velhinho Estádio de Wembley.

Nenhum comentário: