segunda-feira, janeiro 05, 2015

Nomes e números da Taça Intercontinental (26)... 1987

TAÇA INTERCONTINENTAL 

Ano de 1987
Pode não ter sido a final mais emocionante (ao nível de futebol jogador) da longa história da Taça Intercontinental, mas foi, quiçá, a mais célebre pelas condições em que foi jogada. Pelo menos na opinião dos portugueses, que viram o FC Porto sagrar-se campeão mundial debiaxo de uma tempestade de... neve! Na tarde de 13 de dezembro de 1987 o verde do relvado do Estádio Nacional de Tóquio transformou-se numa enorme passadeira branca que conduziu os portistas ao trono do planeta.
FC Porto (Portugal) - Peñarol (Uruguai): 2-1 (após prolongamento)

Data: 13 de dezembro de 1987
Estádio: Nacional de Tóquio (Japão)
Árbitro: Franz Wohrer (Áustria)

FC Porto: Mlynarczyk, João Pinto, Inácio, Lima Pereira, Rui Barros (Quim, aos 61m), Geraldão, Jaime Magalhães, Madjer, Sousa, Gomes, e André. Treinador: Tomislav Ivic.

Peñarol: Pereira, Rotti, Trasante, Herrean (Gonsalves, aos 95m), Domínguez, Perdomo, Da Silva, Aguirre, Vidal, Cabrera (Matosas, aos 46m), e Vier. Treinador: Óscar Tabárez.

Golos: 1-0 (Gomes, aos 42m), 1-1 (Viera, aos 80m), 2-1 (Madjer, aos 110m)
Futebol - jogado - pouco se viu, não por culpa dos 22 (mais os suplentes) bravos jogadores que debaixo de condições climatéricas nunca dantes vistas numa final de uma prova internacional deram o seu melhor num campo de futebol coberto de neve. Valeu um golpe de génio do... genial avançado argelino Rabah Madjer, que no prolongamento desfez a igualdade com um pontapé do meio da rua que levou o esférico a caminhar lentamente sobre a água e a lama que havia tomado conta do relvado da sala de visitas do futebol nipónico. 

Estes foram os onze heróis do FC Porto que a 13 de dezembro de 1987 conquistaram a primeira Taça Intercontinental da história do clube, e a primeira da história do futebol português.

Vídeo: FC PORTO - PEÑAROL

video
 

Nenhum comentário: