terça-feira, abril 04, 2017

11 anos a vibrar com os deslumbrantes capítulos da História do Futebol

Assinalam-se hoje 11 anos do preciso momento em que foi aberta pela primeira vez a porta virtual deste humilde espaço, sonhado com o propósito de retirar do baú das memórias os capítulos - por vezes esquecidos, ou noutras ocasiões desconhecidos - outrora escritos e que tiveram um papel fundamental para que hoje o futebol arrebate corações um pouco por todos os pontos deste imenso globo. O futebol no que ele tem de melhor, sublinho, o futebol enquanto arte desenhada num imenso retângulo verde, e não os atos bárbaros ocorridos nos últimos tempos neste nosso Portugal usando a identidade deste jogo que tanto amamos. Futebol não é isto. Felizmente. Aparte este desabafo só posso reafirmar o enorme prazer que ao longo destes 11 anos tenho tido em mergulhar nos baús de memórias daquele a quem alguém um  dia teve a feliz ideia de rotular de Desporto Rei, no sentido de guardar nestas vitrinas virtuais os deslumbrantes capítulos do passado do belo jogo. Com limitações impostas por circunstâncias da vida pessoal - sobretudo nos últimos meses e por via de um regresso às lides académicas - vou tentando resgatar para o presente o vasto e rico património que constituiu a História do futebol. Uma última nota para endereçar um profundo obrigado a todos aqueles que nos honram com a sua visita e palavras de reconhecimento de há 11 anos a esta parte. Vamo-nos vendo por ai... 

Um comentário:

Pinto Felgueiras disse...

Parabéns. Tantos anos como o número dos jogadores duma equipa de futebol. Sintomático!
Abraço
Armando Pinto
(Memória Portista)